Atenas

 A Grécia sempre esteve nos meus sonhos de menina. Na infância já dizia pra todo mundo que a minha lua-de-mel seria um cruzeiro pelas ilhas gregas… Bom, eu ainda não fiz esse cruzeiro (e também não casei), mas tive o privilégio de conhecer Atenas.

Estava me aproximando do centro de Atenas, “caiu a ficha” e me dei conta porque a Acrópole se chama Acrópole: fica realmente no alto e domina a paisagem, é praticamente impossível não vê-la. Por conta disso, comecei a olhar com outros olhos a publicidade de lugares que se gabam por proporcionarem vista pra Acrópole: ora, não de precisa muito pra enxergá-la!

Mas é claro que a vista pra Acrópole é sempre bem vinda e se o hotel ainda oferecer uma vista privilegiada da Praça Syntagma e do Parlamento, melhor ainda! O hotel onde me hospedei (chiquetérrimo!) oferecia tudo isso e, mal chegamos, já pude assistir da sacada do meu quarto a troca da guarda do Parlamento. Um espetáculo no mínimo estranho. Homens grandes e fortes, usando saias e sapatilhas com um pom-pom na ponta, caminham lentamente com movimentos amplos, como num balé.

atenas7.JPG

Eu já tinha visto em barraquinhas de souvenirs umas bonecas com essas saias e pom-pom, mas pensava que fosse algum traje típico de festa folclórica, não o uniforme da guarda! Definitivamente, eu tenho que estudar mais antes de viajar!

A primeira parada numa visita a Atenas deve ser obrigatoriamente a Acrópole, por razões óbvias! Nem que eu queira eu consigo descrever a grandiosidade do Partenon, templo que homenageia a deusa Atena, ou a beleza do templo de Erecteion, sustentado pelas moças chamadas de Cariátides (as originais estão no museu), são mais de 2500 anos de história para admirar!

atenas5.jpg

Ainda que eu tenha ido em baixa temporada, eu nunca tinha visto tanto turista reunido. Já haviam me avisado que o ideal é ir bem cedo pra evitar esse aglomerado de gente, mas eu achava que 10h da manhã fosse cedo o suficiente… Não era! Todas as minhas fotos ficaram parecidas com aquele livro “Onde está Wally?” e não é fácil me achar em meio à multidão.

Nos arredores da Acrópole está o Teatro de Dionísio, palco de peças de Sófocles e Ésquilo (fiquei imaginando esse teatro no seus áureos tempos…). Atenas conta ainda com muitos outros templos e monumentos espalhados pela cidade, que valem a visita: o templo de Zeus, o templo de Hefestos, o arco de Adriano… e tantos outros. Atenas é um museu a céu aberto, caminhar pela cidade é uma delícia e é delicioso passear por lugares como a Ágora, o mercado antigo, berço da democracia, onde os filósofos se encontravam, ou então pelo bairro antigo de Plaka, cercado de igrejas bizantinas.

atenas.jpg

A culinária grega é outro ponto que merece destaque. Eles sabem usar com maestria o azeite de oliva e consomem muita carne de carneiro. Como uma boa turista, quis experimentar os pratos típicos (Nota: eu gosto de pratos típicos, mas não suporto o “menu turístico” de restaurantes localizados em praças movimentadas.) e me acabei de tanto comer mousaka, (berinjela com carne), souvlaki (espetinho de carne) e o clássico gyrospita. Mas o iogurte grego é imbatível! Aqueles feitos com leite de cabra, com um pouco de mel, ficam sublimes!

Teve só uma coisa que me incomodou muito na Grécia: é o país com o maior número de fumantes da Europa. Ao contrário da maioria dos países europeus, na Grécia ainda é permitido fumar em restaurantes, o que acabava com o meu prazer de comer, pois não conseguia sentir o cheiro da comida em meio a tanta fumaça.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

17 thoughts on “Atenas

  • 09/05/2008 at 16:47
    Permalink

    Ei!
    Estou indo pra Grécia em lua-de-mel… qual foi o hotel que vc ficou em Atenas?
    Fiquei curiosa…
    Alguma dica das ilhas?
    Obrigada!!!

    Reply
  • 11/05/2008 at 12:08
    Permalink

    Olá Roberta,

    Em Atenas eu fiquei no Hotel Grande Bretagne (www.grandebretagne.gr) e adorei! Além de ser super romântico, a vista da janela é espetacular e o serviço é de primeira. Vale a pena!

    Vou ficar devendo dicas das ilhas, pois eu só visitei a parte continental da Grécia.

    Bjs

    Reply
  • 22/07/2008 at 00:25
    Permalink

    As ilhas são o mais interessante da Grécia.. e Santorini é definitivamente a mais bonita 🙂

    Reply
  • 22/07/2008 at 10:54
    Permalink

    Oi, Joana

    Eu ainda nao conheço as ilhas gregas! Mas esta na minha lista e depois vou poder discutir com vc sobre qual é a mais bonita! 🙂

    Bjs

    Reply
  • 26/10/2008 at 22:23
    Permalink

    Estou encantada com essas fotos da Grécia, um lugar lindo que observo desde as Olimpíadas de 2004… agora mais ainda depois que ‘conheci’ um ‘deus grego’ maravilhoso, que me encantou com suas músicas e seu jeito… Yanni… tenho pesquisado bastante sobre a Grécia e especificamente Kalamata … com certeza conhecerei esses lugares, na esperança de conhecô-lo pessoalmente.

    Reply
  • 27/10/2008 at 12:07
    Permalink

    Oi Fatima,

    A Grecia jà é um destino imperdivel por si sò e vc ainda tem um “deus grego” por là!! Uau!

    Tem mais é que ir mesmo! Boa viagem!

    Bjs

    Reply
  • 23/01/2009 at 19:40
    Permalink

    Estive na Grécia em setembro de 2008, ainda não revelei minhas fotos, porque fiz um tour de 27 dias entre Grécia, Egito,Israel e Palestina,(mais de 1400, que não quero somente em CD), devo dizer que concordo com vc, com respeito aos fumantes, algo que até me irritou, eles na verdade comiam e davam uma tragada ao mesmo tempo, incrível.
    Por outro lado a comida era maravilhosa.
    Fiz fotos lindas que vou ainda ver como publicar as mesmas. Um abraço

    Reply
    • 24/01/2009 at 00:22
      Permalink

      Oi Maria Antônia,
      Que viagem fantástica que vc fez! Imagino que as fotos devam ser maravilhosas mesmo!
      Um jeito legal de guardar fotos e memórias é fazer um blog, o que acha?
      Caso vc não tenha paciência pra blogs, abre uma conta no http://www.flickr.com. É bem prático!
      Bjs

      Reply
  • 09/02/2009 at 00:00
    Permalink

    Nós também somos do time que odiamos cigarro, principalmente em restaurante!

    Reply
    • 10/02/2009 at 20:08
      Permalink

      Bem vindos ao grupo dos que odeiam cigarro, Casal Raupp! 🙂
      Pelo menos as leis estão mudando e espero que, muito em breve, os restaurantes de todo o mundo fiquem livres da fumaça!
      Bjs

      Reply
  • 09/05/2009 at 16:29
    Permalink

    Eu sou fumante, respeito os não-fumantes…
    Devo observar que antigamente os fumantes, (maioria), eram mal-educados e não respeitavam os não-fumantes. Hoje em dia, os não-fumantes (maioria) são mal-educados e não respeitam os fumantes (que respeitam os não-fumantes).
    Confuso? Foi proposital. rsrs
    Ah, e ano que vem, vou para a Grécia.

    Reply
    • 14/05/2009 at 13:03
      Permalink

      Ola ZuzoBem Gara,
      Eu acho que respeito é a palavra de ordem em qq situação!
      No Brasil, os fumantes são costumar respeitar mais os não fumantes, perguntam sempre se incomodam e tudo o mais.
      O que eu vi na Grécia, não chega nem a ser um desrespeito com os não fumantes, é simplesmente que os fumantes de lá são tantos e é tão normal fumar por tudo que eles não se dão conta que podem incomodar quem está do lado…
      Boa viagem pra Grecia, depois volta pra contar como foi.
      Bjs

      Reply
  • 08/01/2011 at 00:12
    Permalink

    Ola,
    Estou morando em Portugal e gostaria muito de conhecer a Grécia. Queria saber se vc teve algum problema para se comunicar lá? Ir pra lá falando inglê dá pra se virar?

    obrigado

    Reply
    • 12/01/2011 at 01:37
      Permalink

      Roger,
      Se vc nao conseguir se virar no ingles, use a mimica e a ajuda de um dicionario bilingue!
      Funciona sempre!
      Bjs

      Reply
  • 11/01/2011 at 01:24
    Permalink

    Recebi no meu mail uma perguntinha sobre falar português na Grécia, serei bem sincera, eu não falo inglês , mas arranho no italiano, e apesar de amar a Grécia e sua história, não achei o povo assim solícito, por isso use e abuse do seu inglês, que vai ser muito útil, embora eles sejam teimosinhos e respondam em grego; o ônibus é com bilhete para o dia inteiro, não esqueça de autenticá-lo e arranhe para saber com clareza as próximas paradas. Muitos menus não tem nada escrito em inglês, pode acreditar, mas a base da comida lá são as batatas e a carne de carneiro, por sinal deliciosos,não tem aquele cheiro característicos.
    O pão grego é o mais delicioso que já comi, ganhou até do italiano, curta os iogurtes que são maravilhosos, a salada é a famosa salada grega não se engane, azeitona,tomate,queijo,oliva e cebola. Os pratos são fartos, por isso não se envergonhe de olhar nos que estão próximos a vc e aponte com o dedo (risos) quero aquele.
    Se vc for no período de agosto e setembro, o calor é muito forte, e sandálias leve aquela velha, aquela que parece que vai arrebentar, porque se vc for fazer os passeios que fiz, conhecendo a parte das ruínas, vc vai andar pra dedéo, dei a dica porque não gosto de tênis.
    Se for estudante, leve sua carteirinha, vale metade das entradas, fique esperta, coloquei alguma coisa no flickr, (http://www.flickr.com/photos/viagens_pelo_mundo/) caso se interesse, lá eu sou tilia cheirosa, terei imenso prazer em receber sua visita, mas como explodi no limite vou ter que abrir outras contas porque ainda tenho muitas outras viagens pra contar.
    Estive em Portugal em setembro de 2010, amei. Um abraço
    Maria Antônia

    Reply
  • 10/02/2011 at 04:00
    Permalink

    gostaria de saber se quem faz um cruzeiro pelas ilhas gregas ,desembarca
    nos portoser ou nas praias paradisiacas? Da pra conhecer o local ou a parada é rapida demais sem chance de ver as belezas naturais/

    Reply
    • 13/02/2011 at 10:06
      Permalink

      Oi eliana
      Se o desembarque fosse nas praias paradisiacas, as praias nao seriam paradisiacas, nao è mesmo?
      Bjs

      Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *