Bamberg

 Naquela minha viagem em busca dos Patrimônios da Humanidade da Unesco localizados nos arredores de Frankfurt fiquei surpresa porque a maioria deles, embora maravilhosos e interessantíssimos (não é à toa que foram tombados pela Unesco), não recebiam muitos turistas e os poucos turistas que encontrei pelo caminho eram alemães.

Já estava até me acostumando com isso… até a hora que cheguei em Bamberg…

bamberg6.jpg

Mal chegamos no centro da cidade e nos deparamos com vários ônibus de turismo, grupos de turistas seguindo guarda-chuvas coloridos e japoneses com suas implacáveis máquinas fotográficas por toda parte! Confesso que não estava esperando encontrar tanta gente! Achei que também ali seria mais um desses lugares maravilhosos, interessantíssimos e desprezados pelos turistas não alemães… principalmente por que, assim como a maioria dos outros destinos perto de Frankfurt, eu nunca tinha ouvido falar em Bamberg! (Será que eu sou tão ignorante assim, geograficamente falando? Alguém já tinha ouvido falar dessa cidade? Por favor, não me deixem só!!!)

bamberg2.jpg

De qualquer modo, Bamberg foi a cidade de que mais gostei e posso dizer que está entre uma das mais bonitas da Alemanha, principalmente porque é genuína, a maioria das construções são originais e não foram reconstruídas após a guerra.

bamberg.jpg

Chegamos em Bamberg por volta da hora do almoço, então, antes de começar a explorar a cidade, resolvemos experimentar uma das várias cervejarias que tem por ali. O guia ressaltava que a cidade era famosa pela cerveja, que só na cidade existem umas 10 cervejarias e, nos arredores mais umas 80! Escolhemos uma cervejaria ao acaso: a Ambräusianum e pedimos a cerveja da casa e um salsichão, que tinha um nome ininteligível, mas simpático.

Alguns minutos depois, eis que vem a nossa cerveja, um potinho com mostarda, alguns pretzels e uma cumbuca cheia de água fervendo com duas salsichas albinas boiando! Que coisa horrorosa de se ver! Eu e a minha mania de querer sempre experimentar pratos típicos!

Contrariando todas as expectativas, foi a melhor salsicha que comi na Alemanha e a mostarda era de lamber os beiços! Satisfeitos, lá fomos nós visitar a cidade!

A catedral de Bamberg é o máximo! Olhando de longe, parece uma catedral normal, com muita história, e particular importância porque tem um papa enterrado lá. Mas o que eu adorei nessa catedral foram os detalhes! Na fachada tem a “Porta do príncipe”, com uma escultura que representa o Juízo Final. Tá, e o que tem de interessante nisso? Toda igreja que se preze tem uma escultura ou pintura representando o Juízo Final!

bamberg5.jpg

Pois é… mas só em Bamberg a cara das pessoas representadas são tão engraçadas! Parece até que estão fazendo caretas!

bamberg4.jpg

Dentro da igreja a cena não é muito diferente, uma das esculturas mais famosas é a de um Anjo, que, como diz o guia, “tem um sorriso divertido”. Eu, particularmente, achei o anjo um debochado, isso sim! Adorei!

bamberg3.jpg

Mas a escultura mais famosa da catedral não tem nada de religiosa. É um “rei-cavaleiro” não identificado que se tornou o símbolo da perfeição ariana para os nazistas. Que coisa, né?

bamberg8.jpg

Outro lugar curioso é a Altes Rathaus, linda, localizada entre de duas pontes e  toda decorada com afrescos. O interessante é que, num dos afrescos, colocaram a escultura de uma perna de querubim balançando… Eu queria saber o que leva alguém a ter esse tipo de idéia…

bamberg7.jpg

O fascinante de Bamberg é que, além de charmosa e de produzir cerveja boa, a cidade inteira tem esses detalhes curiosos para serem descobertos. O máximo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

16 thoughts on “Bamberg

  • 03/03/2008 at 14:19
    Permalink

    Eu já fui algumas vezes a Bamberg e fiz até um passeio guiado pela cidade, com muita informação sobre a Rathaus e nunca reparei nesta perna balançante. E a nossa guia não fez nenhuma menção ao fato. Vou reclamar… 🙂 Mas da próxima vez que estiver lá vou procurar por ela, a perna balançante…
    Então você deve ter experimentado a cerveja com gosto de fumaça… eu não gostei. 🙂

    Reply
  • 03/03/2008 at 16:45
    Permalink

    Eu nunca tinha ouvido falar dessa cidade!!! Devo admitir que apesar de ter estudado alemao por quase 4 anos, nao sabia que tal lugar existia (ou talvez seja uma simples crise de amnesia???:)
    De qualquer modo, fiquei interessada em conhecer Bamberg… A Alemanha é aqui ao lado da Italia, mas incrivelmente ainda nao cheguei la…

    Reply
  • 03/03/2008 at 21:09
    Permalink

    Luisa

    Decididamente temos os mesmos gostos quando se trata de escolher destinos de viagens!Estamos de partida para a Alemanha dia 15 deste mês.Já lá fomos várias vezes mas nunca estivemos em Bamberg que pelas suas fotos deve ser linda!!Há 2 anos fizemos um passeio no Lago Konstanz e muitas das aldeias e vilas em redor são bem ao estilo de Bamberg.Uma das que mais gostei foi Meesboug…a aldeia mais florida que eu já vi!!
    Desta vez vamos dedicar-nos mais ás cidades(Berlim,Frankfurt e Colónia),porque estou mesmo com vontade de me ver entre grandes obras de arquitectura e excelentes museus de arte…vou realizar um dos meus sonhos…assistir a um concerto na fastástica sala da Berlin Phillarmonie!!(um dos sonhos já realizados foi assistir a um concerto no Alla Scala de Milão!!).
    Vamos só fazer um desvio das grandes cidades para ir a Heidelberg,onde além do castelo está a universidade mais antiga da Alemanha…não da Europa que essa é mesmo Coimbra!!
    Beijinhos

    Reply
  • 04/03/2008 at 10:57
    Permalink

    Rosangela, que estranho a guia não ter falado nada sobre a tal perna… Eu só me dei conta da existência dela porque tinha um monte de japonês tirando foto do mesmo lugar… E a curiosa aqui sempre presta atenção no que o povo tá fotografando… 😳

    Bjs

    Reply
  • 04/03/2008 at 10:59
    Permalink

    Brasil na Itália,

    Não deixe de programar uma visita a Alemanha! Com seus 4 anos de alemão, tenho certeza de que vai aproveitar a viagem muito mais do que eu e inclua Bamberg no roteiro. É um charme!

    Bjs

    Reply
  • 04/03/2008 at 11:06
    Permalink

    Margarida,

    Que delícia viajar de novo!!!
    Sabe que, excluindo Berlim, eu não vejo muita graça em cidade grande alemã, mas você tem razão, para apreciar excelentes museus e grandes obras de arquitetura só mesmo em cidades maiores.
    E que sonho esse concerto em Berlim! Aproveite bastante e depois conte tudo no seu blog!

    Bjs

    Reply
  • 04/03/2008 at 12:14
    Permalink

    Oi Luisa,
    Que lugar lindo… e eu tambem nunca tinha ouvido falar dessa cidade… e a listinha vai aumentando a cada vez que visito blogs de viagens como o seu :0).
    Quanto a salsicha branca eh feia mesmo, mas muito gostosinha… eu comi em Munique e o pior, de cafe da manha e com cerveja… Oktoberfest eh uma coisa de louco (mas no meu caso foi e serah de uma vez na vida… risos…).
    Beijos

    Reply
  • 04/03/2008 at 14:34
    Permalink

    Luisa

    Tenho um livro que se chama 1000 “Places to See Before you Die” onde tenho vindo a assinalar as”places” que já fui e as centenas que ainda me faltam(na pespectiva de viver pelo menos 200 anos…hehehe).Ontem fui ver o capitulo Alemanha e encontei Bamberg em grande destaque!!!Vou ter mesmo que programar uma visitinha para aqueles lados,talvez juntando com Nuremberg que também deve ser linda!
    Já que como eu é adepta das low-cost e gosta de viajar fora das grandes cidades,já foi á Irlanda?
    A Ryanair deve ter voos baratinhos daí para Dublin!!Eu adorei a Irlanda…uma das minhas ideias de vida anti-stress era ter uma quinta na Irlanda cheia de vaquinhas e ovelhas!!

    Beijinhos

    Reply
  • 05/03/2008 at 18:21
    Permalink

    Luisa,

    Não fica assim não, eu também nunca ouvi falar e grande parte do meu trabalho é com a Alemanha, meu maior contato todos os dias falo com toda a parte, mas essa cidade não.

    Adorei as fotos 🙂

    Reply
  • 05/03/2008 at 21:54
    Permalink

    Lindíssima, Luisa e nunca tinha ouvido falar também! Que maravilha que ainda existam cidades intocadas na Alemanha (se bem que as restaurações são normalmente impecáveis)…

    Reply
  • 06/03/2008 at 00:46
    Permalink

    Mirella,

    Olha só quem fala! Você não pára quieta em lugar nenhum! Tá sempre rodando pelo mundo, escrevendo posts ótimos sobre todos os lugares por onde vai e fica me matando de vontade de começar a “voar mais longe”! 🙂

    Bjs

    Ah, salsicha com cerveja no café da manhã, só mesmo na Oktoberfest! 🙂

    Reply
  • 06/03/2008 at 00:49
    Permalink

    Margarida,

    Eu já folheei esse livro, mas não comprei não… Achei que pudesse me causar algum tipo de depressão… 🙂

    Da Irlanda, eu só conheci Dublin, aproveitando as ofertas da Ryanair, é claro. Achei a menos interessante das capitais européias que tive oportunidade de conhecer, mas não vejo a hora de voltar pra Irlanda para conhecer o interior do país, que deve ser maravilhoso… Quem sabe um dia…

    Bjs

    Reply
  • 06/03/2008 at 00:52
    Permalink

    Patsy,

    Valeu pela solidariedade! No meio daquele monte de grupos de japoneses, eu estava me sentindo a mais ignorante do mundo porque nunca tinha ouvido falar de Bamberg…

    Bjs

    Reply
  • 06/03/2008 at 00:58
    Permalink

    Emilia,

    Eu adoro esse efeito psicológico de saber que é tudo original! E é puro efeito psicológico mesmo, pq normalmente as reconstruções são impecáveis e eu não dou conta de distinguir uma coisa da outra…

    Bjs

    Reply
  • 08/07/2008 at 16:36
    Permalink

    depois de frankfurt e saaralouis, nos dias 16, 17 e 18 de abril de 2oo8 estive na vila de Baunach, claro que para tal tive oportunidade e tempo de passear em Bamberg. é de facto uma cidade encantadora. fiquei maravilhado pela arquitectura, me apaixonei pelo rio e no restaurante bolero, apreciei a salsicha branca e cerveja local. que delícia

    Reply
  • 11/07/2008 at 10:40
    Permalink

    Olà, Celestino Jeronimo,

    Bamberg é mesmo apaixonante e que salsicha branca boa que eles fazem por ali!!

    Bem vindo ao blog!

    Bjs

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *