Boia-fria por um dia: participando da vendemmia

O mes de setembro è o mes da colheita das uvas na Italia, a chamada “vendemmia” e è normalmente o periodo em que os produtores de vinho estao mais ocupados; muitos deles sequer aceitam visitas de turistas nessa època.

Em compensaçao existem alguns produtores que aproveitam a època da vendemmia justamente para atrair mais turistas, permitindo que curiosos como eu participem da colheita da uva, e veja na pratica como o vinho è produzido.

Marido se recusou a pagar para trabalhar e ainda por cima beber vinho ruim, entao esse final de semana fui com uma amiga participar da vendemmia em uma vinicola localizada perto de Pavia, a uma hora de Milao mais ou menos.

Nao posso tirar a razao do marido: a brincadeira custou 30 euros por pessoa, mas estava incluido um cafè da manha simples antes iniciarmos os trabalhos e um almoço depois da nossa colheita. E è claro que a qualidade do vinho nao era o maximo, um produtor de um vinho excelente jamais permitiria que curiosos colhessem suas uvas, mas eu estava mais interessada na colheita do que na qualidade do vinho.

Saimos de Milao por volta das 9h da manha, chegamos as 10h na vinicola (que tb funciona como agriturismo) e fomos recebido com um cafè da manha simples: cafè, pao, biscoito e geleia. Em seguida, subimos num trator e là fomos nòs para o meio dos vinhedos com os empregados da vinicola para a tal colheita.

Com a tesoura em maos, foi diversao pura! Para cada cacho de uva que colhiamos, tiravamos umas 20 fotos (acho a paisagem com vinhedos maravilhosa!) e comiamos mais uvas do que cortavamos, estavam deliciosamente doces!  E tudo isso regado a muito bate-papo com os empregados da vinicola que nos contavam causos da rotina do trabalho deles.

Mesmo nesse clima super descontraido e de pouco trabalho, enchemos bem umas 8 caixas de uvas no pouco tempo que ficamos ali. Juntamos no trator as nossas uvas com as uvas dos empregados que estavam trabalhando seriamente numa outra regiao do vinhedo – afinal o lugar è uma vinicola e alguem precisa trabalhar de verdade por ali – e voltamos para a vinicola.

Quando eu achava que a diversao jà tinha acabado, fomos convidados para “ajudar” a espremer as uvas para a fabricaçao do vinho. Eu jà estava esperando encontrar aquele tacho gigante com pessoas descalças dançando a tarantela enquanto pisavam nas uvas, mas os tempos sao outros…

Tem uma maquina super moderna que faz todo o serviço pesado: vc joga as uvas nela e de um lado saem os caules dos cachos limpinhos e do outro, um cano leva as uvas para grandes barris de aço para jà começar a fermentaçao. A nossa “ajuda” foi simplesmente jogar as uvas que tinhamos colhido dentro da tal maquina. Apesar do pouco glamour, foi interessante ver a maquina funcionando.

Em seguida fomos almoçar; serviram uma comida caseira bem feitinha: antipasto com salames, como primeiro prato tinha dois tipos de risotto e um prato de pasta e fagioli, como segundo prato, carne com batata e a sobremesa, sem esquecer do vinho, è claro. Nao, esse nao era o menu para que nòs escolhessemos um prato, era tudo isso por pessoa!

Com a barriga mais do que cheia, voltamos ao nosso tour enologico para vermos de perto como se desenvolve a fermentaçao da uva. Foi o maximo! Pudemos experimentar o mosto recem feito com as nossas uvas e tambem alguns vinhos feitos com uvas colhidas anteriormente em fase de fermentaçao alcoolica e em fase de fermentaçao malolatica.

Sinceramente, nao consigo entender como eu posso ficar tao feliz experimentando uma coisa tao ruim, porque convenhamos, vinho que nao està pronto ainda è horrivel! E vinho meia boca que nao està pronto consegue ser ainda pior! Devem ser as tais razoes que a propria razao desconhece…

Chegamos em casa por volta das 17h bem contentes com o passeio, mas è  uma daquelas experiencias que se tem uma vez na vida e nunca mais…

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

5 thoughts on “Boia-fria por um dia: participando da vendemmia

  • 28/09/2011 at 10:58
    Permalink

    Luisa

    Adorei sua experiência…no Napa Valley sei de uma vinícola que tem algo semelhante com direito ate a parte da espremecao das uvas com os pés… Claro que este mosto não é utilizado para produção dos vinhos.. Mas tudo em nome do prazer do visitante… A brincadeira também não é barata… Mas como você disse é uma experiência para uma vez na vida…

    Bjos

    Reply
    • 29/09/2011 at 12:35
      Permalink

      Oi Oscar
      Sabe que eu acho o maximo essa “disneyficaçao” que os americanos fazem de qualquer passeio.
      Eles transformam atè uma colheita de uvas num super evento sò para agradar os turistas!
      Por aqui as coisas sao bem menos “construidas”, eles nao inventam nada para atrair ninguem… Sabe que eu ainda nao me decidi sobre o que eu prefiro, enquanto isso, vou testando ambas as possibilidades! 😉
      Bjs

      Reply
  • 10/10/2011 at 23:49
    Permalink

    A-DO-REI, Luisa!

    Sempre quis participar desses eventos de colheita. Ainda não consegui conciliar as férias com a época ideal. Acho também que é um programa antropológico pra lembrar e dar risadas. No fim da história, aprende-se muito, diverte-se outro tanto! E, como sempre, seus relatos cheios de bom humor!

    Reply
    • 12/10/2011 at 10:03
      Permalink

      Oi Adri
      Sabe que esse tipo de evento exige uma organizaçao diferente, pq as uvas nem sempre estao prontas pra colher no dia que a gente escolhe…
      A gente tinha organizado o tour com base na vendemmia do ano passado, mas como esse ano foi muito mais quente, quando nòs fomos, jà estava quase tudo colhido, sò sobraram as uvas “pra turista”…
      Mas foi uma experiencia bem bacana, recomendo!
      Bjs

      Reply
  • 30/08/2012 at 16:34
    Permalink

    Olá, sei que este post é antigo, mas estou indo para Itália em setembro próximo e quero muito fazer este passeio, porém, não estou encontrando informações a respeito.
    Você pode me dizer onde é a vinícola que vc foi, ou onde encontro mais informações!
    muito obrigada!!!
    Marília

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *