Casa di Giulietta

 Como uma boa turista, chegando em Verona, fui conferir a Casa de Julieta, um dos pontos mais visitados da cidade. Confesso que me decepcionei muito.

Logo na entrada da casa, tem o chamado “muro dell’amore”, uma parede repleta de recadinhos apaixonados: para alguns aquilo é uma obra de arte, um quadro abstrato cheio de cor, na minha opinião aquilo estava mais para um ato de vandalismo. Ou alguém tem algum outro nome para milhares de assinaturas e chicletes colados nas paredes de um prédio do século XIII?

giulietta.JPG

No jardim logo a frente, onde está a famosa sacada, palco dos encontros furtivos dos apaixonados, foi colocada uma estátua em bronze de Julieta e alguém, um dia, inventou que quem tocar o seio esquerdo da estátua terá sorte no amor. Dá pra imaginar o resultado dessa lenda, né? Um aglomerado de gente querendo tirar foto com a mão no seio da Julieta, já lustroso de tanto ser tocado.

Verona é uma cidade apaixonante,  tenho certeza de que não foi por mero acaso que Shakespeare a escolheu para ser o palco de uma de suas obras mais românticas, e talvez seja por isso eu estivesse esperando que a Casa da Julieta representasse o símbolo máximo do amor e não aquele amontoado de gente disputando uma foto ao lado da estátua e colando chiclete em parede…

Eu esperava encontrar um lugar mágico, que fizesse a minha imaginação romântica sonhar com Romeu escalando o balcão para encontrar sua amada, às escondidas, na calada da noite… Esperava poder suspirar e entregar-me a devaneios de amor eterno, mas ali isso é impossível! Infelizmente só consegui enxergar um lugar sujo e apinhado, nada romântico e que foi feito pra tirar dinheiro do turista.

De repente eu é que estava com muitas expectativas em relação ao lugar…

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

One thought on “Casa di Giulietta

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *