Castillo del Morro

O nome completo desse castelo è Castillo de San Pedro de la Roca del Morro e fica praticamente encostado no aeroporto de Santiago de Cuba.

Atualmente, por causa dessa sua localizaçao estrategica, os turistas todos tem a mesma ideia e vao diretamente do aeroporto para o tour. Nòs alugamos um carro e fizemos isso, e todo mundo que estava no voo com a gente tambem (todo mundo mesmo, pois a capacidade do aviao era de 20 pessoas e que as outras 18 pessoas eram um unico grupo de japoneses).

O Castillo del Morro foi projetado em 1567 para defender Santiago de Cuba dos ataques dos piratas, mas na realidade ele nunca serviu pra isso…

Por causa de problemas financeiros, sò começaram as obras em 1633, que duraram 60 anos! E antes de ter sido terminado jà tinha sido devastado e conquistado por piratas e corsarios.

No inicio de 1700, quando finalmente o castelo foi terminado, jà nao servia pra muita coisa, pois a pirataria estava em declinio e o castelo acabou virando uma prisao atè a guerra da independencia quando voltou a ser uma fortaleza, para se defender das frotas americanas…

Na decada de 60 do seculo passado resolveram restaurar o castelo e, atualmente, o castelo è sede do Museo de la Pirateria. O museu è bem interessante, com armas, fotos e explicaçoes sobre piratas e corsarios (eu nao sabia a diferença entre uns e outros!) e tb sobre a guerra naval de independencia.

Mas bonita mesmo è a propria construçao do castelo, que a Unesco considerou patrimonio da humanidade por ser “o mais completo e bem conservado exemplo de arquitetura militar hispano-americana, baseada em principios do renascimento italiano” e, è claro, a vista espetacular que sò esses castelos sabem oferecer!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

2 thoughts on “Castillo del Morro

  • 31/03/2011 at 14:31
    Permalink

    Como sempre, muito informativa e interessante a sua descrição e o que revela neste artigo.

    Admito que achei bastante curiosa a história que contou relacionada com este castelo, associando o motivo para a sua construção a defesa contra os piratas.
    Pois para mim a ideia Piratas é algo que vejo essencialmente retratado em filmes, e de que muitos gostam de se fantasiar na altura do Carnaval. Claro que mais actualmente surgem notícias associadas a piratas, como na Somália, mas tem sempre uma carga demasiado negativa e perversa associada (pensando bem eu devo ter mesmo uma visão romanceada da realidade e a crueldade associada aos piratas é algo que prefiro manter apenas nas tramas dos filmes e afastada da realidade).

    As suas fotos do Castelo fizeram-me respirar calor e Verão, e com o frio que hoje sinto por aqui, soube mesmo muito bem.

    A sua descrição de que houve uma “demandada total” de quem viajou no seu voo” para fazer a visita ao castelo, imediatamente após saírem do aeroporto, foi um pormenor que achei particularmente curioso. Em especial depois de esclarecer que o voo tinha uma lotação total de 20 pessoas e que além de vós era constituída por um grupo de 18 japoneses (como se o impressionante dos factos pudesse ser acentuado ou diluído por determinados pormenores).

    Como sempre, mesmo estando permanentemente a repetir-me, adorei o seu artigo e a forma como o envolveu.

    Reply
    • 03/05/2011 at 18:55
      Permalink

      Oi Turista Ocasional
      Eu tb tenho essa imagem romanceada de piratas.
      A imagem dos filmes ainda falam mais alto no meu subconsciente, nao tem jeito! 🙂
      E obrigada pela visita e pelos sempre gentis comentarios!
      Bjs

      Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *