Burj Al Arab – Culinary Flight

Eu simplesmente amo comer e sou capaz de organizar uma viagem inteira sò por causa de um restaurante. O Culinary Flight do hotel Burj Al Arab è um exemplo tipico desse meu lado comilona; foi por causa dele que fomos parar nos Emirados Arabes para comemorar os 40 anos do marido.

016c0db9345ffccb237696fc0a21e2f52a8da42c40

Tivemos que organizar super bem o nosso dia, pois estavamos com a herdeira a tira-colo e crianças nao podem participar do jantar em alguns restaurantes (no almoço podem, mas a experiencia nao è a mesma, nè?), nem podem entrar no Skyview bar. Alem disso, como o culinary flight dura mais de 4 horas, o jantar começa necessariamente às 19h (com meia hora de tolerancia).

Organização perfeita, herdeira dormindo e lá  fomos nòs ao Skyview bar no ultimo andar do hotel para começarmos a festa. Reservaram para nòs uma mesa otima, grudada na janela e longe da bagunça de gente pra là e pra cà. Esse aperitivo no bar, serve para as explicaçoes sobre o menu, a escolha da comida e como funciona exatamente o culinary flight.

DSC07915

Pois bem, o menu possui algumas opçoes de prato para cada um dos 6 restaurantes e, durante o aperitivo, voce escolhe o que vai querer comer em cada um deles.E pra cada restaurante voce tem tambem 2 opçoes de vinho para acompanhar o jantar. O que nao impede que voce escolha um vinho diferente e a tua garrafa te acompanhe por todos os restaurantes.

Enquanto voce escolhe o que vai comer, te trazem os drinks, uns tira-gosto para acompanhar e pronto! Ninguem mais te pergunta mais nada! Terminamos os nossos drinks com uma vista fenomenal de Dubai e chamamos o garçom para nos levar ao pròximo restaurante.

burj

O segundo restaurante foi o Al Muntaha, onde crianças com menos de 10 anos sao bem vindas sò na hora do almoço. Esse restaurante è aquele que eu vejo com mais frequencia nas fotos de pessoas que foram jantar no Burj Al Arab e, è claro, eu acabei esquecendo de tirar foto do lugar, entao roubei a foto acima do site oficial do restaurante.

DSC07943

Foi tambem o restaurante mais cheio da noite. Talvez porque seja o tipo de lugar que reune um estilo mais internacional de cozinha, e consequentemente mais facil de agradar diversos tipos de paladar, com uma posiçao privilegiada no 27° andar, pra quem nao abre mao da vista do Skyview, mas quer mais do que um drink.

0187b804c18a924fe834d2c9276e27696dab2bbe94

Chegamos no restaurante e, talvez porque jà haviamos tido uma overdose de vista no Skyview, nos deram uma mesa bem central e longe das janelas.  Nao demorou muito e logo vieram os nossos pratos e vinhos.

DSC07982

Terminamos de comer e a historia se repete: chamamos o garçom que nos levou ao nosso proximo restaurante o Al Iwan, com um estilo arabe e muito suntuoso ( e poe muito nisso!). Teoricamente esse restaurante è tipo self-service, mas no Culinary Flight tivemos um serviço a la carte.

019c870eaa8d7683aa2df9535b8b8826e2b79034cb

Mais uma vez, terminamos de comer e là fomos nòs para o  proximo restaurante: Junsui, com uma pegada do oriente asiatico, meio japones, meio chines. Esse restaurante, nas CNTP, tambem è self-service, mas nao no Culinary Flight, que foi a la carte.

01123b4ba9006a5b9ef5f478960e8270b94d9a3c9e

O nosso ultimo prato foi no restaurante considerado mais elegante do hotel, Al Mahara, aquele que tem um aquario gigante como decoraçao.

DSC08017

E’ tambem o restaurante com o maior numero de recomendaçoes: crianças menores de 12 anos sò sao bem vindas na hora do almoço, homens devem vestir camisa social com manga comprida, nada de jeans, os sapatos devem ser fechados, tenis nao è admitido e no jantar “sugerem” o uso de terno. E para mulheres vestidos ou calça social com blusa elegante.

017a8308818cc8b7ab078b5cebb39e7714ab46991a

Por causa do calor, marido resolveu arriscar e deixou o terno no quarto. Ninguem reclamou! Todos as pessoas que jantavam no restaurante estavam bem arrumadinhas, mas eram poucos os homens usando terno.

DSC08020

Para terminar a experiencia e jà trançando as pernas de tanto vinho, fomos comer a nossa sobremesa e o cafè no Sahn Eddar, que està mais para uma casa de chàs do que pra restaurante. E’ um lugar mais tranquilo, no primeiro andar do atrio do hotel, sem muros, com aquela classica vista de todos os outros andares acima de voce.

DSC08026

Depois da sobremesa e do cafè, vieram com um bolo de aniversario supresa para o marido e um buque de flores pra mim. Entao avisaram que o culinary flight tinha acabado, mas que podiamos permanecer ali o tempo que quisessemos e que estavam todos a nossa disposiçao, para qualquer coisa.

DSC08035

Foi uma experiencia fantastica, serviço impecavel e comida muito boa. O que estraga é o preço…

Burj Al Arab – as piscinas

Como o objetivo da nossa hospedagem no Burj Al Arab era a Culinary Flight, que nao permite a entrada de crianças no jantar, resolvemos passar a nossa tarde dando uma canseira na herdeira em uma das piscinas do hotel.

Eu vi 3 piscinas ali, uma externa e duas internas, mas diz a lenda que existe outra piscina externa, proxima à praia privativa, que acabamos nao visitando. Fomos primeiro espiar a piscina externa, que fica do lado do restaurante mais informal do hotel, onde è servido o cafè da manha (serà que rico come mesmo lagosta de manha?), e almoço tipo buffet.

17479009122_1df0c64b0c_o

Mas tao logo me viram chegar perto da piscina com uma maquina fotografica pendurada no pescoço, jà foram avisando que ali fotos sao proibidas a fim de preservar a privacidade dos outros hospedes. Por esse motivo, essa è a unica foto que eu tenho dessa piscina externa.

01133d01f31f7054eaf748d0c7e420e4b627f9d84f

Achei essa piscina muito bonita, mas comum demais para os padroes do hotel… Meio decepcionante, eu diria… Eu estava no Burj Al Arab, poxa vida! Quero mais ouro, mais ostentaçao! Entao fomos conhecer as piscinas internas, do spa no 18° andar.01cca1b8a67a6438993d6fa3780381b023e36d406b

Perfeitas! E com muito mais ouro do que eu poderia imaginar! No mesmo andar existem duas piscinas identicas: uma sò para mulheres, com um vestiario feminino do lado; e a outra para homens e mulheres, com um vestiario masculino do lado.

Entre as duas piscinas, tem um enorme espaço cheio de mesinhas, onde as pessoas vao tomar chà de roupao. Nao è o supra-sumo da riqueza?

017710d107a5d966b150ed1f0809a5a8e8d144474d

Nòs fomos na piscina mista, pois alem de poder ficar junto com meu marido, estava vazia, ao contrario da piscina feminina. Teoricamente ali tambem nao è permitido tirar fotos, mas como nao tinha mais ninguem, nao falaram nada e eu tirei todas as fotos que eu quis.

Entao, para economizar cliches descritivos, eu deixo algumas fotos:

0141941b454adc80499218373904fd8696c6fce999

 

DSC07898

 

DCIM101GOPROGOPR1265.

DSC07902

Detalhe: quando estava no vestiario – na hora de ir embora, depois de passar bem umas 3 horas na agua com minha filha – leio um pequeno cartaz pendurado no espelho dizendo que crianças nao podem frequentar as piscinas internas… Entao, tà.

Burj Al Arab – o nosso quarto

Chegando no nosso quarto no Burj Al Arab em Dubai, là estava o mordomo à disposiçao. Primeiro pegou os nossos documentos e em seguida fez um tour do quarto com a gente pra nos mostrar como funcionava tudo e onde estavam as coisas. Depois do tour, ele ficou ali, todo solicito, com um sorrisao no rosto, esperando que nòs fizessemos algum pedido estapafurdio e que ele pudesse realizar prontamente!

01353efc60a5c047ec1d43b226ece429ee1290946f

Como nao tinhamos nenhuma exigencia particular, acho que o nosso mordomo ficou meio decepcionado… Eu nao deixava o coitado fazer nada: nao, obrigada, nao precisa desfazer a minha mala; nao, obrigada, nao tenho nenhuma roupa pra passar;  nao, obrigada, nao vou colocar roupa nenhuma nos armarios; nao, obrigada, nao precisa preparar meu banho; nao, obrigada, eu tambem nao quero ir para a praia privada do hotel…

DSC07876

Definitivamente, nao nasci para essas, hum, “mordomias”. Na realidade eu sò queria que ele fosse embora o quanto antes e me deixasse fuçar pelo quarto sem ser observada. Eu nao via a hora de poder tirar o blasé da minha cara e ficar deslumbrada em santa paz!

0172b9dc01de13621a615aaf516f41d7c21da36389

Nosso quarto era o mais mixuruca do hotel, o que quer dizer que tinhamos apenas 170mq à disposiçao distribuidos em dois andares. No andar de cima, era o quarto propriamente dito, com umas janelonas, daquelas que vao do chao atè o teto, com uma vista fenomenal da cidade e uma salinha do lado da cama.

DSC07879

Acho que eles nao sabiam o que fazer com o espaço vazio e botaram umas poltronas no canto, pra completar a decoraçao.

DSC07878

Alem disso, no andar de cima tinha um banheiro, onde uma familia de 4 pessoas poderia morar confortavelmente, e um walk in closet que, se nao tivessem colocado as nossas malas ali, teria sido ignorado completamente por nòs.

DSC07877

No andar de baixo, era tudo um open space com janelonas: tinha uma escada digna de Scarlett O’Hara; outro banheiro; um escritorio completo com computador à disposiçao; um bar – lembrando que nao existe nada mini nesse hotel!

DSC07873

Nao era um mini bar, era um bar de verdade daqueles com balcao e bancos altos; um espaço para a sala de jantar e  o resto era tudo uma grande sala com sofàs e poltronas por todo o ambiente.

DSC07869

Pra onde quer que olhassemos tinha um agradinho: uma garrafa de champagne no bar, frutas em cima da mesa, caixas de bombons proximas aos sofàs, amenities Hermès nos banheiros (detalhe: em tamanho grande, com produtos para ele e para ela), bolsa de praia no closet, creme para os olhos em cima da cama.

17228994563_92673066b9_o

E nao esqueceram dos agradinhos pra herdeira: bichinho de pelucia, pantufas fofissimas e amenities no banheiro pra ela tambem.

17849833761_346ccd25ef_o

E, è claro, o quarto era todo tecnologico: o controle remoto da televisao era usado para fazer funcionar praticamente qualquer coisa: fazia aparecer a televisao que, no andar de cima, ficava escondida dentro de uma mesa, para abrir e fechar as cortinas e as portas, e acho atè que tinha botao pra controlar luz, temperatura e, pasmem! servia atè para trocar de canal!

Mas era muita informaçao pros meus dois neuronios e deixei pra là. Qualquer coisa, bastava chamar o mordomo…

 

Burj Al Arab – a chegada

Para comemorar os 40 anos do marido, inventamos uma viagem de extravagancias para os Emirados Arabes e o objetivo era festejar com a “Culinary Flight” – um menu degustaçao onde cada prato è servido em um restaurante diverso do hotel Burj al Arab em Dubai.

DSC08156

Sò tinhamos um pequenino problema de 2 anos e meio, cuja entrada nao era permitida em alguns dos restaurantes… Entao jà que era pra ser uma viagem de extravagancias, que extravagante seja! Reservamos um quarto no famoso hotel da vela e assim, a herdeira poderia dormir tranquilamente no quarto, enquanto nòs pulavamos de restaurante em restaurante bem felizes.

DSC07890

A experiencia nesse hotel foi hilària, principalmente o meu esforço sobre-humano de tentar parecer rica e permanecer blasé com tanta ostentaçao e elegancia de gosto duvidoso. Sabe aquela historia de que a gente sai da favela, mas a favela nao sai da gente? Entao…

01c94cb4b28d0c64ed3b8acff0d11bb2a096fc5548

Para conseguir chegar perto do hotel, voce precisa de uma reserva, nem que seja sò pra tomar um drink no bar. Antes de chegar no hotel, voce necessariamente vai ter que passar pelo Welcome Centre – um eufemismo para uma guarita que fica a uns 200m da entrada do hotel – com um guardinha que impede a entrada de todo mundo que tem cara de turista pobre (Eeeeuuuu!).

01133d01f31f7054eaf748d0c7e420e4b627f9d84f

Mas quando ele encontra o teu nome na lista de reservas, a magica è feita: voce nao è mais um turista pobre, agora voce è elevado à categoria de rico excentrico, que se veste e se comporta como turista pobre por puro hobby.

DSC08026

Chegando na porta do hotel, vem uma brigada de funcionarios nos receber. Todos eles nos dando as boas vindas e nos chamando pelo nome. Tinha um pra abrir a porta do carro pra mim, outro pra abrir a porta do meu marido, uns dois que jà foram abrindo o porta-malas e pegando a bagagem, mais uns 3 que eu nao entendi direito o que estavam fazendo por ali… Vai saber… de repente a gente espirra e serve alguem de prontidao pra falar “saùde”.

DSC08068

Com tanto paparico, voce se acha a propria Grace Kelly, descendo impecavel do carro, de salto alto e uma bolsa Hermès na mao. Mas nòs, ricos excentricos, usamos Converse, calça jeans ligeiramente manchada de suco de pera e uma sacola transbordando de coisas de criança.

DSC08073

Em seguida vem uma moça nos recepcionar, porque em hotel de rico – como è sabido – nao existe recepçao: è a montanha que vem a Maomè. Ela nos oferece uma taça de champagne, e, quase pedindo desculpas, avisa que o nosso quarto estava sendo preparado e que iria nos mostrar o hotel enquanto esperavamos.

DSC07889

Detalhe: o check in è as 14h e nòs chegamos no hotel às 11h. E esse foi o nosso “check in”; nao pediram nenhum documento, nem nada!

01c2e4b2524ed0cc4262108e4bef1e06a6379f2eea

Passeamos com ela por uns 3 andares do hotel, ela explicando os horarios de funcionamento do spa, da piscina e eu com a minha cara blasè, afinal tudo aquilo faz parte da nossa rotina… Nòs, ricos excentricos, estamos mais do que acostumados aquela ostentaçao toda, com ouro pra tudo quanto è lado e lagosta no cafè da manha…

01cca1b8a67a6438993d6fa3780381b023e36d406b

Meia hora depois, ela nos avisa que nosso quarto està pronto e nos acompanha atè a porta, onde um mordomo nos espera. E’ ele que pega os nossos documentos e nos mostra o quarto. Haja coisa pra mostrar! Nòs reservamos o quarto mais chinfrim do hotel e mesmo assim tinhamos dois andares a disposiçao! No final do tour, o mordomo nos mostra onde foram colocadas nossas malas e jà vai se preparando para desfaze-las.

0141941b454adc80499218373904fd8696c6fce999

Peralà! Como assim? Na minha mala ninguem poe a mao! Pode deixar que eu mesma cuido dos meus jeans manchados de suco de pera! Nada pessoal. Mania de rico excentrico, sabe como è…

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...