Chernobyl

Desde o dia em que decidimos visitar a Ucrania, fiquei pensando se valia a pena ou nao ir a Chernobyl. Quer dizer, valer a pena, eu acho que toda a viagem vale a pena; na realidade, eu nao sabia se eu queria ou nao fazer essa viagem.

Como è publico e notorio, em Chernobyl aconteceu o maior desastre nuclear da historia, quando na noite de 26 de abril de 1986, um reator explodiu e a radiaçao emitida contaminou pessoas, animais, o ambiente… de uma enorme regiao na Europa.

Mais de 20 anos depois do desastre, varias agencias de turismo promovem tours de um dia para a regiao a partir de Kiev. Só que com as descriçoes dos passeios, nao ficou claro pra mim se esses tours seriam algo cultural no estilo “vamos aprender com nossos erros, nao se brinca com fogo!”, ou se os tais tours seriam simplesmente uma visita de mau gosto que visa explorar a desgraça alheia para agradar turistas sadicos.

De qualquer modo, acabamos nao indo, pois achei que o que eu veria pessoalmente no passeio nao me acrescentaria mais nada alem do que jà tinha visto e aprendido no excelente Museu Chernobyl em Kiev, alem disso, seria submetida desnecessariamente a radiaçoes.

Sim, no tour a Chernobyl o grupo entra mesmo na zona contaminada e serà submetido a radiaçoes acima da media. Mas dizem que essas radiaçoes, atualmente, sao inofensivas… Depois do que eu vi no museu, esse papo nao me convenceu e achei melhor nao arriscar.

O Museu Chernobyl è excelente, todo interativo, parece que se esta entrando na zona contaminada. Mas sem um audio-guia o turista nao vai entender absolutamente nada do que esta vendo. 

Apesar de super organizado, sem as explicaçoes do audio-guia, esse museu parece mais com um museu de arte contemporanea que homenageia as vitimas do acidente nuclear.

Mas na realidade è um museu super elucidativo que explica tudinho sobre como funciona um reator nuclear, como aconteceu a explosao, as causas e consequencias do desastre, as pessoas envolvidas, os perigos da radiaçao…

Nunca vou saber se deixei passar a oportunidade de fazer uma super visita “in loco” a Chernobyl, mas voltei da Ucrania tendo a certeza de que toda a minha curiosidade e interesse sobre o assunto foram plenamente satisfeitos com a visita ao museu em Kiev.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

7 thoughts on “Chernobyl

  • 08/04/2010 at 15:34
    Permalink

    Boa Tarde, tudo bem?

    Sou jornalista e faço parte da equipe de um grande portal que está sendo desenvolvido e será lançado nos próximos meses.

    O portal se chama “ÉSEU” e será um guia de entretenimento e relacionamentos pessoais e profissionais. O conteúdo jornalístico do “ÉSEU” será dividido em matérias, dicas e notícias, que abordarão diversos assuntos, como: gastronomia, turismo, passeios, shows, arte e cultura, bares e baladas, moda e beleza, social e meio ambiente, entre outros.

    Atualmente, buscamos blogueiros que possam escrever parar o portal. Lemos seu blog, e gostamos muito da maneira que você escreve e do conteúdo que é disponibilizado.

    Gostaríamos de conversar mais com você, pois temos interesse em colocar, no portal, matérias, de sua autoria, sobre o conteúdo de viagens e turismo que vimos em seu blog.

    Assim que possível, entre em contato comigo pelo e-mail jornalismo@eseu.com.br ou, se preferir, envie seu telefone ou outra forma de contato para conversarmos mais a respeito.

    Atenciosamente,

    Reply
  • 09/04/2010 at 20:32
    Permalink

    Ola!!!Adorei seu post sobre Ucrania e gostaria de saber o que mudou antes e depois da viagem da sua percepçao ao país. Acredita que esxistem esteriotipos???
    Obrigada

    Reply
  • Pingback: Tweets that mention Chernobyl « Arquivo de Viagens -- Topsy.com

  • 24/05/2010 at 21:09
    Permalink

    Luísa, já eu fiquei curiosíssima!! Acho que quando for à Ucrânia, vou querer ir conhecer Chernobyl de perto. Provavelmente o passeio é feito com alguma roupa especial, just in case… no?

    Bjs

    Reply
    • 27/05/2010 at 11:36
      Permalink

      Que roupa especial nada, Fe!
      Na cara e na coragem mesmo!
      Mas os guias sabem ondem levar os turistas (espero!) e a duraçao do tour nem è tao longa, entao, dizem, que nao tem nenhum problema…
      Eu atè estava curiosa, mas depois que eu vi o museu em Kiev, achei um passeio desnecessario…
      Bjs

      Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *