Cruzeiro?! Eu?!

Pois è… Cruzeiro nunca tinha entrado na minha listinha de desejos, pelo contrario, pra mim era um daqueles tabus odiosos “nunca fui e nao gostei”. Meu irmao è um apaixonado pro cruzeiros, e toda vez que ele viajava em um, eu torcia o nariz, mas mordia a lingua. E ele retrucava, com razao: “como voce sabe que nao gosta se nunca experimentou?”

E eu respondia com empafia: “Eu nao preciso colocar o dedo na tomada pra saber que dà choque! 😛 ” Mas a verdade è que essa resposta era sò pra fazer despeito pro meu irmao e nunca me convenceu de verdade. Eu preciso ter uma minha opiniao para poder torcer o nariz com autoridade ou entao reconhecer que o meu preconceito era infundado.

O que nunca me convenceu em cruzeiros è que eu nao sou chegada em praia, entao a ideia de ficar presa num lugar, apertada numa cabine, e dividir espaços com mais 3000 pessoas pra visitar praias nao è o que eu chamo de “ferias perfeitas”.

Ah, mas existem cruzeiros que nao sao em praias! Verdade, mas a ideia de passar miseras horas em cidades como Veneza, Istanbul ou Barcelona me deprime ainda mais… Pelo menos na praia nao tem muito o que fazer…

Enfim, engoli meu preconceito e aproveitando que todo mundo diz que cruzeiro com crianças è otimo, resolvemos levar a herdeira para uma viagem diferente do que estamos acostumados e ao mesmo tempo escapamos do inverno curtindo um cruzeiro pelo Caribe.

Na minha cabeça de marinheira de primeira viagem, organizar um cruzeiro parecia ser uma coisa simples, afinal basta comprar o “pacote” e pronto! Nada de pesquisar hotel, localizaçao de hotel, como fazer os deslocamentos de um lugar pro outro, escolher restaurantes… Tà tudo incluido no navio, certo?

Certo! Mas o que eu subestimei foi a dificuldade para escolher o navio. Eu nao podia imaginar que pudessem existir tantas alternativas no mercado e tantas variaveis a serem consideradas… Como decidir qual è a melhor opçao de cruzeiro pra nòs? Como conciliar o tipo do navio X roteiro X data das ferias? Sao conciliaveis? Do que abrir mao?

Para facilitar as coisas, acabei separando os cruzeiros pelo Caribe em dois grupos: 1 – aquele que voce faz por causa do navio e 2 – aquele que voce faz por causa do roteiro do navio.

Nos proximos posts vou contar um pouco sobre as minhas pesquisas para escolher o cruzeiro ideal e confrontar a teoria das minhas pesquisas com a pratica vivida no navio.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

One thought on “Cruzeiro?! Eu?!

  • 12/04/2015 at 19:53
    Permalink

    Excelente artigo. Eu acho que ficar dentro do cruzeiro com certeza é legal. Mas sair para conhecer lugares é ainda melhor.

    Parabéns pelo artigo.

    att,

    Fernando
    Bate Volta Viagens

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *