Évora

 Como as principais atrações de Portugal concentram-se na rota Lisboa-Porto, eu sempre deixei Évora pra depois, achava muito “fora de mão”… Mas um belo final de semana resolvi me dedicar inteiramente a ela.

A primeira medida a ser tomada era a escolha do meio de transporte adequado: não compensava alugar um carro para fazer o trajeto de ida e volta da cidade, um transporte público resolveria o problema fácil, fácil…

Abre parênteses: Uma coisa que aprendi em Portugal é valorizar os ônibus em detrimento dos trens, normalmente as rodoviárias são mais centrais que as estações de trem, a passagem de ônibus é normalmente mais barata e o tempo de viagem é quase o mesmo, talvez de ônibus demore um pouco mais, mas nada muito significativo.

O único inconveniente são as rodoviárias portuguesas: uma bagunça, ninguém se entende, você nunca sabe qual plataforma seu ônibus vai parar, nem se aquele é o seu ônibus… às vezes, pra completar a confusão, ainda tem um fulano gritando num megafone o nome das cidades para onde vai o ônibus que acaba de chegar. E é claro que você não consegue entender absolutamente nada do que ele grita! Mas depois de algum tempo, você acaba entendendo a “teoria do caos” e se adapta… Fecha parênteses.

Pois bem, para ir a Évora a regra se confirmou: ir de ônibus era mais vantajoso do que ir de trem!

Chegamos na rodoviária em Évora e, com 10 minutos de caminhada estávamos já no nosso hotel e já havíamos passado em frente a várias atrações da cidade! Mais do que depressa deixamos as malas e fomos conferir todas com mais vagar.

evora.jpg

A primeira parada foi no interessante Templo Romano, popularmente conhecido como Templo de Diana, uma construção do século I, em pleno centro da cidade e única do gênero em Portugal.

Ali pertinho, quase em frente, a igreja dos Lóios. Essa igreja é de propriedade privada, fica no Convento dos Lóios, e tem que pagar pra entrar, mas vale a pena, foi uma das igrejas mais bonitas que vi em Évora: inteira recoberta de azulejos do século XVIII, o que lhe dá um ar muito “português”. Pena que não dava pra tirar fotos…

A Catedral de Évora é muito bonita, meio gótica,  mas não achei nada de impressionante… Idem com relação ao centro histórico: é bonito, agradável, mas nada espetacular…

evora2.jpg

Em Évora, espetacular mesmo é a Capela dos Ossos! Essa sim é imperdível e impressiona logo na sua entrada. Já na porta me veio um “ruim no estômago” ao topar com a frase que simboliza a efemeridade da vida:

“NÓS OSSOS QUE AQUI ESTAMOS PELOS VOSSOS ESPERAMOS”

evora1.jpg

Não é pra menos, né? E o “ruim” só fez aumentar quando entrei na tal Capela, inteiramente revestida de ossos humanos. Só a idéia de que aqueles ossos estariam esperando pelos meus me dá arrepios! É muito macabra!

Fico imaginando como transcorreram as obras de construção do lugar… Cruz-credo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

11 thoughts on “Évora

  • 27/10/2007 at 01:57
    Permalink

    Luisa,
    Tenho um amigo que vai à Grécia 2 vezes por ano.
    Ele certamente poderá te tirar qualquer dúvida sobre lá.
    Vai no site dele: http://www.guiagrecia.com.br e manda uma mensagem. Ele é um amor, vai ajudá-la com certeza.

    Reply
  • 27/10/2007 at 22:06
    Permalink

    Valeu pela dica Mô Gribel!
    O site parece super completo e ele parece bem acessível (o email está escrito em letras grandes!)

    Reply
  • 28/10/2007 at 14:12
    Permalink

    Oi Luisa, cheguei pelo post do Riq do VNV, e vim desejar um bom comeco!!!! 😀

    Reply
  • 29/10/2007 at 08:49
    Permalink

    Gente, que surpresa boa!!
    Sejam bem-vindos!

    Reply
    • 03/03/2009 at 15:10
      Permalink

      Oi Patricia
      Que delicia 12 dias em Portugal! Se eu puder ajudar em alguma coisa, pode contar comigo!
      Bjs

      Reply
  • 23/04/2011 at 01:04
    Permalink

    Ola Luisa,
    a ler o post fiquei na dúvida se percebeu como foi construída a Capela dos Ossos ou não, mas rapidamente, foi construída por frades que durante a noite iam assaltar o cemitério da cidade! ou seja os Ossos são mesmo mesmo humanos, não há manobra para dúvidas! 😀

    Évora é excelente, e o Templo de Diana magnifico, por algum motivo é património da UNESCO!

    Espero que volte a Portugal mais vezes, quem sabe para outro curso! 🙂

    Reply
    • 04/05/2011 at 12:24
      Permalink

      Tenho mesmo que voltar a Portugal.
      Faz tempo que estou agendando uma viagem pelo Douro e ainda nao consegui concretiza-la…
      Bjs

      Reply
  • 22/02/2013 at 18:06
    Permalink

    Acho que não serve para nada visitar Évora só para ir ver a capela dos ossos, a praça e o templo romano. Isso é mais folclore.

    Apesar de tudo acho que você não visitou a universidade, a vista do castelo do Giraldo, o claustro da Sé, o edifício do colégio do Espírito Santo, igreja Nossa Sra. da Graça, o Paço Real… Évora é considerada uma cidade-museu, património mundial da Unesco desde 1986.

    Mas émuito mais importante entender a história da cidade do que estar à espera de grandiosidade.

    É preciso ter a noção que Évora chegou a ser a 2ª cidade mais importante de Portugal nos séculos XV e XVI.

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *