Flamenco em Granada

Se tem uma coisa que eu adoro é ser “turista”. Quando viajo, assumo completamente essa minha condição (Nota: não comungo com a diferenciação – eivada de preconceitos, na minha opinião – entre “turista” e “viajante”. Pra mim, quem viaja com o objetivo de entretenimento é um turista e ponto final.) e procuro fazer tudo que um turista tem direito. Inclusive assistir a um show de flamenco na Andaluzia!

Meu namorado não fez lá uma cara muito contente quando comentei com ele as minhas intenções para aquela noite primaveril em Granada… Mas até que ele não reclamou muito e até me ajudou na escolha de um lugar legal para que pudéssemos assistir a um show de flamenco mais ou menos bom.

A nossa primeira opção foi a “Peña de la Platería”, que, diz a lenda (e o guia), “é um autêntico lugar de aficcionados”, mas, não sei por que, estava fechado.

Fomos, então, para a nossa segunda e última opção: “Los Tarantos”. A informação do guia é que consistia num lugar destinado sobretudo a turistas, mas que fica numa gruta interessante e que os bailarinos são bem bons. Tá valendo!

Com os ingressos comprados antecipadamente (como sempre!), chegamos com alguns minutos de antecedência ao horário previsto, bem a tempo de evitar que um grupo de uns 40 japoneses entrasse na nossa frente (bem que avisaram que era um lugar destinado a turistas!) e, com isso, conseguimos pegar dois lugares ótimos, praticamente de frente para os bailarinos.

A tal gruta onde fica Los Tarantos é pequena e lotou com o grupo de japoneses e mais uns 3 casais de estrangeiros perdidos por ali, que faziam uma cara de “onde eu vim me meter?” a cada japonês que entrava… Foi uma cena engraçada de se ver!

Antes do show começar, serviram um copo de bebida para cada um dos presentes, e finalmente o som das castanholas!

Eu nunca tinha ido a um show de flamenco antes, então não tenho parâmetros para comparação e também não entendo nada de flamenco para poder opinar sobre a qualidade do show, a única coisa que eu sei é que fiquei muito satisfeita com o que vi.

A apresentação continha todos os elementos que eu esperava encontrar num show de flamenco: trajes típicos, castanholas, sapateados, canto, guitarra, palmas e “olés!”e, embora fosse evidente que alguns bailarinos tinham mais traquejo que outros, todos deram conta do recado!

Fiz um videozinho de um trecho do show… Tirem suas próprias conclusões e depois me contem!

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

14 thoughts on “Flamenco em Granada

  • 11/04/2008 at 12:41
    Permalink

    Oi Luisa, eu concordo com você… agora o povo fica inventando termos para turista: viajante, mochileiro, turista high class e assim vai… para mim, no final das contas, todo mundo vai fazer a mesma coisa e ver os mesmos lugares. Acho um saco esse negócio de ter que ir comer mosquito, porque alguém disse que isso é autêntico… pura bobagem… ahahaha
    Em Lisboa, eu também fui assistir ao um show de fado em uma casa “cheia de turista” e amei…
    Adorei seu relato… preciso tanto conhecer a Espanha, só tive uma lasquinha de Barcelona.
    Bjs

    Reply
  • 13/04/2008 at 17:03
    Permalink

    Oi Mirella

    O triste é que, com todas essas invenções terminológicas, a palavra “turista” cada vez mais assume um significado pejorativo, como se turistas fossem só os outros…

    Sabe que eu também carreguei o namorado para ver fado em Portugal… Mas no fado ele não aguentou ficar até o final… 🙂

    Bjs

    Reply
  • 13/04/2008 at 22:55
    Permalink

    Luisa, também assumo totalmente o meu eu ‘turista’ e adoro isso! É justamente o que nos faz perceber que estamos em uma situação diferente do nosso dia-a-dia e que não temos obrigações, só oportunidades de curtir! Eu me lembrei de um flamenco que vi em Sevilha, respondendo a uma pessoa no perguntódromo do Riq e tive saudades…iria de novo, se estivesse de novo por lá!

    Reply
  • 15/04/2008 at 15:04
    Permalink

    Luisa

    Eu também gosto muito de ser “turista”,mas sempre que posso procuro misturar-me com os”nativos”…por exemplo sempre que viajo gosto de ir a restaurantes pouco frequentados por turistas e fazer compras em supermercados e lojinhas populares!!Adoro pensar que naquele momento sou a única alma Lusitana naquelas paragens!!

    Nunca me lembrei de assistir a um show de Flamenco em Espanha!Estou sempre a aprender com os seus posts!!
    Também nunca fui a uma casa de fados em Lisboa…para dizer a verdade não aprecio muito,apesar de ser a canção nacional…mas sou eu que devo estar errada porque parece que os “turistas” que nos visitam apreciam e muito…menos o seu namorado…hehehe

    Beijos

    Reply
  • 16/04/2008 at 10:42
    Permalink

    Oi Emilia,

    Turistar é bom demais! Eu também iria de novo a um show de flamenco, mas acho que teria que ir sozinha… Arrastar o namorado duas vezes para o mesmo “programa de índio” (segundo ele), é pedir demais!

    Bjs

    Reply
  • 16/04/2008 at 11:07
    Permalink

    Oi Margarida,

    Tá precisando voltar à Espanha para ver o flamenco… 🙂 Mas para se redimir, pode começar com o fado em Lisboa, ou, então, mais perto… Já foi ver uma toada coimbrã? 😉

    Eu também gosto de me misturar com os nativos, principalmente no quesito gastronômico: escolho os restaurantes a dedo! Mas não abro mão dos programas típicos de turista… Pra mim, ir a Andaluzia e não ver um show de flamenco é um pecado…

    Bjs

    Reply
  • 16/04/2008 at 23:49
    Permalink

    Luisa

    Sim,por aqui já ouvi cantar o “fado de Coimbra” muitas vezes,a começar pelas muitas serenatas durante os meus anos de Faculdade!!

    Prometo que da próxima vez que for a Espanha vou a um show de flamenco!!

    A ultima vez que me lembro de ir ver um espectáculo tipico foi em Salvador!Acho que era um show de danças e músicas da Bahia…só me recordo que saí de lá meio tonta com o barulho e que não apreciei muito!!

    Mas o que eu gosto mesmo e que também é para “turistas”,mas não só…são os musicais em Londres e Nova Iorque!!

    Bjs

    Reply
  • 17/04/2008 at 20:49
    Permalink

    Margarida,

    Que saudades das serenatas!! Bons tempos…

    Mas sabe que eu gosto de ver espetáculos típicos… nem que seja pra falar mal depois…

    E esses musicais que você mencionou são fantásticos! Adoro!

    Bjs

    Reply
  • 24/04/2008 at 00:00
    Permalink

    Se não fosse “los Tarantos”…deve ser um local romântico e bonito, o flamengo acho que é um tipo dança sensual o qual eu gostava de assistir, mas este pequeno vídeo está espectacular, já estava a entrar no espírito do flamengo…

    Reply
  • 03/05/2008 at 17:28
    Permalink

    Ah, que bacana!!! Sou louca para ir na Andaluzia!!! Granada tem seus encantos… principalmente a Allhambra! 🙂

    E a Sangría, vc tomou?? Dizem que é típico de lá!

    Voltei do CHile esta semana, depois vai lá no meu blog ver sobre as vinícolas chilenas… muito especiais!

    Bjs pra vc! 🙂

    Reply
  • 05/05/2008 at 12:18
    Permalink

    Olá Luis

    Sempre achei o flamenco, mais do que sensual, uma dança “elegante”, e vendo esse show pude entender realmente o que um amigo brasileiro queria dizer quando comentava que alguém tinha “porte de bailarino espanhol”. 🙂

    Bjs

    Reply
  • 05/05/2008 at 12:28
    Permalink

    Oi Fernanda

    A Alhambra é incrível mesmo! Mais cedo ou mais tarde faço um post sobre ela…

    Tomei um pouco de sangria, mas sinceramente não faz muito meu estilo… Eu me acabei de tanto tomar jerez (ou sherry, em inglês) e a uva Pedro Ximenez me ganhou!

    Bjs

    Reply
  • 09/09/2008 at 01:42
    Permalink

    Oi, me chamo Tiago Schuler Cipriano, tenho 22 anos e 77 de altura!! Sou bailarino! Danço des dos 10 anos de idade!
    Sou Natural Brasileiro, Pernambuco Recife
    E sempre dancei em eventos participei de concursos e sou vencedor de 3 concursos!!
    Ja dei aulas de clasicos e etc…

    Tenho um grande sonho de dançar fora do Brasil no qual sei que terei mais oportunidade com a Dança!
    Nao sei o obgtivo de voces, se dao oportunidade para novos bailarinos se dao bousas!

    Espero contato de voces!

    Meu numero 074 8112-7413

    Obrigado

    Reply
  • 09/09/2008 at 13:50
    Permalink

    Oi Thiago,

    Parabéns pelas suas conquistas, mas infelizmente eu sou tao somente uma turista que conta as viagens feitas num blog e nao posso te ajudar.

    Sucesso pra vc e espero que realize seu sonho!

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *