Gros Morne National Park

Antes de visitar essa parte do Canada, eu achava que “longe” fosse um conceito relativo, afinal estamos longe sempre em relaçao a algum outro lugar. Em Gros Morne eu descobri que “longe” pode sim ser um conceito absoluto!

 Ali invariavelmente vc vai se sentir longe de tudo, nao interessa onde vc esteja ou com qual outro lugar no mundo vc faça a comparaçao.

A sensaçao de estar longe jà começa no aeroporto de Deer Lake, quando vc se dà conta de que o celular nao funciona! (Ma come?! Nòs nao estamos no Canada?! Pois è…nao funciona…) E pra chegar em Gros Morne a partir de Deer Lake è uma hora de estrada asfaltada e bem sinalizada (sim, nòs estamos no Canadà!) com paisagens naturais do tipo “uau!”, daquelas que a cada curva o espetaculo sò faz aumentar e a imensidao do parque te faz sentir pequenininho, pequenininho.

Gros Morne è’ um daqueles lugares em que eu ficava me perguntando “o que eu vim fazer nessa lonjura?”, e estranhamente eu tinha a sensaçao de que era exatamente ali que gostaria de estar: longe de tudo! Nao dà pra explicar.

O que eu mais gostei em Gros Morne è que nao se trata simplesmente de parque nacional com paisagens fantasticas, mas è tambem um parque onde se pode aprender muito. E esse è o tipico lugar que eu adoro visitar quando viajo: nao è sò bonito, mas tem muita historia pra contar!

Pra começar, a trilha mais famosa e mais cobiçada sao os 2km (sò ida) de Tablelands, um pedaço de manto terrestre (camada interna da Terra, embaixo da crosta) que ficou exposto quando aconteceram os tais movimentos tectonicos hà algumas centenas de milhoes de anos.

Se nota de longe (e poe longe nisso!) que aquele pedaço de parque nao combina com o resto da paisagem: ali nao crescem plantas, a cor è uma coisa meio ferrugem, chega atè a ser feio.

Mas è muito interessante saber que aquele tipo de rocha è muito raro no nosso planeta e, ainda por cima, que aquelas rochas possuem a mesma composiçao quimica que as rochas encontradas em Marte e por isso Tablelands è hoje um importante centro de estudos de vida extra terrestre.

O legal dessa trilha è que  o centro de visitantes de Gros Morne empresta aos turistas um guia eletronico com GPS que, alem de contar a historia do lugar e explicar um pouco de geologia com fotos e graficos, apita e te avisa quando tem algum detalhe interessante para ser observado. E’ simplesmente imperdivel!

Outro tour “must do” è o passeio de barco em Western Brook Pond. Esse passeio è um pouco mais dificil que a trilha de Tablelands, (mas nada de complexo), pois se trata de um “lago” de agua doce onde sò se chega depois de enfrentar uma trilha de 3,5km para ir e mais 3,5km para voltar depois do passeio. (Os barcos chegaram là aos pedaços em helicopteros!)

Na realidade, Western Brook Pond è um fiorde formado pelas geleiras durante a ultima Era Glacial e cuja agua è uma das mais puras do mundo.

Durante o passeio, que dura 2 horas e meia, os guias explicam direitinho o que aconteceu com o gelo que cobria a Terra hà mais de 20 mil anos para que aquele lago entre as montanhas pudesse existir hoje. Nao preciso nem dizer que a paisagem è um desbunde, nè?

Gros Morne è tb famoso por ser o lugar com a mais alta concentraçao de alces do mundo, com cerca de 7 a 15 alces por quilometro quadrado. Eu sò consegui ver unzinho e ainda assim escondido atras de umas arvores… Mas em compensaçao comi otimos hamburgueres de alce no restaurante Earle’s, o melhor de Rocky Harbour!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

10 thoughts on “Gros Morne National Park

  • 28/09/2010 at 19:04
    Permalink

    Oi

    Estamos lançando um blog de viagens e junto com ele a promoção DECOLE COM SEU BLOG.

    Selecionamos 30 blogs interessantes de turismo para convidar a participar e encontramos o seu.

    Escreva um post sobre uma de suas viagens, nos envie e avise a seus amigos para acessarem nosso blog e votarem. A nota mais votada ganhará uma viagem!!!

    Você se garante? Então convide outros bloggers como você para participar da promoção.

    Você não é o único! Siga-nos em http://www.twitter.com/blogdecolar e em Facebook e conheça as regras (as regras começarão a ser postadas dias 29/09/10).

    Deixamos este comunicado como comentário por não ter encontrado o seu endereço de email. ; )

    Reply
    • 29/09/2010 at 12:23
      Permalink

      Vou dar uma olhada na promoçao!
      Obrigada!

      Reply
  • 06/10/2010 at 09:44
    Permalink

    Oi Luísa,
    Estive explorando o seu blog e adorei.
    A sua perspectiva do Canadá e muito diferente de tudo o que já vi até ao momento
    Tenho uma proposta relacionada com viagens para lhe fazer, por favor, me contacte.
    Cumprimentos,
    Sara

    Reply
  • 10/10/2010 at 20:48
    Permalink

    Olá Luisa!

    Que viagem diferente vc fez ao Canadá! Adorei tudo e já me deu vontade de voltar! Fiz intercâmbio lá e conhecí o tradiconal da costa leste…

    Bjos!

    Reply
    • 14/10/2010 at 14:28
      Permalink

      Oi Fe,
      Eu fico sempre inventando moda, ne? Nao me satisfaço com os roteiros mais basicos… 🙂
      Bjs

      Reply
  • 01/12/2012 at 21:05
    Permalink

    Adorei o blog e os posts sobre o Canada! Que lindo este local! Parabens!

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *