Ice Hotel na pratica – informaçoes gerais

Marido sempre foi louco para conhecer o Ice Hotel, mas… por ter se casado com uma mulher, digamos, tropical demais, ele foi sempre adiando a realizaçao desse sonho.

Acontece que, segundo a Nasa, esse ano seria o melhor ano para se ver a Aurora Boreal, entao, sem que eu soubesse de nada, marido organizou toda a viagem, reservou e pagou tudo e sò depois me comunicou. E là fomos nòs!

Como è um lugar pouco acessivel para a maioria das pessoas, nao sò pela posiçao geografica, mas tambem por causa do preço,  o que mais se encontra na internet sao informaçoes de gente que realmente quis ir pra là, e que por isso enfatizam o lado glamour do hotel.

Nesse post (e nos proximos), eu pretendo colocar a visao de alguem (euzinha!) que nunca sonhou em se hospedar num hotel de gelo e acabou indo para là sò pq jà estava tudo organizado e pq a curiosidade falou mais alto que a frescura.

Como chegar?

O Ice Hotel fica na Suecia, nos arredores de uma cidadezinha chamada Kiruna a 200km a norte do Circulo Polar Artico. O jeito mais facil de chegar è com um voo de 1h30 de Estocolmo.

Dà pra ir de trem tb e diz a lenda que as estradas sao boas inclusive durante o inverno, mas deve ser uma viagem muuuuuito longa.

Chegando no aeroporto em Kiruna, que è minusculo, o jeito mais facil e economico è pegar um transfer direto com o hotel.  A outra opçao è pegar um taxi, mas custa mais caro e a vantagem do transfer do hotel è que no caminho jà vao te explicando como funciona o hotel.

E como funciona o hotel?

O hotel possui duas partes: uma de gelo, feita todo ano no inicio do inverno e derretida no inicio da primavera, constituida basicamente de quartos, bar e igreja.

E uma parte “quente”, de madeira, que è onde funciona o hotel propriamente dito, com os quartos quentes, bar, restaurante, vestiario e duas recepçoes, uma pra quem vai ficar nos quartos de gelo e outra pra quem vai ficar nos quartos quentes.

Conforme o teu tipo de hospedagem inicial, muda o lugar, o horario e os procedimentos para o check in.

Nòs ficamos 1 noite nos quartos quentes e 1 noite no quarto de gelo, nessa ordem. Fomos na recepçao quente e fizemos o check in normalmente, a partir das 12h, como se fosse num hotel em qualquer outro lugar do mundo.

No dia seguinte, tivemos que liberar o quarto quente atè as 11h da manha e fazer o check in para o quarto de gelo. O check in no quarto de gelo è a partir das 15h e o check out è as 11h.

Teve gente que fez o inverso: ficou primeiro no quarto de gelo e na noite seguinte foi para o quarto quente.

Quanto tempo ficar hospedado?

Nòs ficamos 2 noites, uma em cada tipo de quarto e achei que foi perfeito: pude experimentar os dois tipos de acomodaçao do hotel e tive tempo de fazer tudo o que queria.

Mais do que isso, sò se vc for realmente um apaixonado por atividades invernais ou um masoquista rico.

Que tipo de quarto è melhor ficar primeiro?

Nòs ficamos a primeira noite no quarto quente e a segunda noite no quarto de gelo. Gostei da ordem, pq quando chegamos, nosso quarto jà estava quentinho disponivel e como nao tinhamos nenhuma atividade programada para aquela tarde, saìamos para fazer um reconhecimento de territorio, voltavamos pro nosso quarto quentinho, saìamos de novo para um drink no bar, voltavamos para o nosso quarto quentinho, e passamos a tarde assim, nos acostumando ao ambiente, naquela ansiedade gostosa de esperar o dia seguinte para dormir no quarto de gelo.

No dia seguinte, tinhamos atividade o dia todo, entao sò usamos o quarto de gelo a noite para dormir, mesmo porque o quarto gelado nao è o maximo do conforto para se descansar ou passar o tempo. E depois de uma noite mal dormida num quarto gelado, o que eu mais queria era ir embora daquele freezer o quanto antes…

Acho que se nòs tivessemos ficado primeiro no quarto de gelo, eu teria ficado mal humorada logo de cara, por causa do frio e da falta de um lugar aquecido e com um minimo de privacidade para passar o tempo e me organizar com as malas e o meu mau humor teria contaminado o resto da viagem.

Pela minha experiencia e de acordo com as minhas manias, acho que o ideal è ficar no quarto de gelo no dia que vc tiver mais coisas pra fazer, ou seja, no dia em que vc for ficar menos tempo possivel no quarto, por dois bons motivos:

Primeiro porque vc nao pode carregar nada pro quarto de gelo, entao as malas ficam em lockers (ou em cabines) num vestiario comum, caso contrario, congelam.

E segundo porque è um lugar extremamente turistico, os quartos nao tem portas e tem gente visitando o hotel o dia inteiro, entao privacidade è algo que nao existe por ali.  Mas esses sao assuntos para outro post.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

11 thoughts on “Ice Hotel na pratica – informaçoes gerais

  • 31/01/2012 at 16:40
    Permalink

    Adivinha quem se daria super bem no quarto de gelo?!?! 😆

    Reply
    • 31/01/2012 at 16:51
      Permalink

      Acho que nao, Marcie! O lugar mais se parece com um acampamento de luxo do que com um quarto de hotel… 🙂
      Beijinhos

      Reply
  • 31/01/2012 at 17:38
    Permalink

    Que legal! Hotel de gelo!
    Eu sou uma das curiosas pelo hotel de gelo, mas sempre pensei nesse lado sem conforto, não sabia dos quartos quentes!
    Muito legal o post!

    Reply
    • 01/02/2012 at 12:58
      Permalink

      Oi Carla
      Eu acho legal a ideia de um hotel de gelo, mas nunca me imaginei me hospedando em um.
      Sò fui por causa do marido mesmo! O amor è lindo, nao è? 🙂
      Bjs

      Reply
  • 31/01/2012 at 22:03
    Permalink

    Os quartos não têm portas? Ai, ai… Só mesmo a Marcie para ficar toda animadinha com esse congelador! 😉

    Reply
    • 01/02/2012 at 12:59
      Permalink

      Oi Camila
      Nao tem nao. Tem umas cortininhas meia boca que vedam mais ou menos a luz… 🙂
      Sò mesmo a Marcie e meu marido! 🙂
      Bjs

      Reply
  • Pingback: Ice Hotel na pratica – o frio e a mala | Arquivo de Viagens

    • 14/02/2012 at 10:20
      Permalink

      E eu estou contando os dias para começar a reclamar do calor… 🙂
      Bjs

      Reply
  • 08/02/2012 at 12:01
    Permalink

    Eu dormi num iglu na Suiça, na estação de Titlis em Engelberg e achei o máximo!
    É bastante caro, mas valeu! Pegamos o quarto família pois estávamos em 5 pessoas, fizemos tracking noturno, jacuzzi, foundue de queijo… E acredite, era um programa de suiços! Eramos os únicos brasileiros!
    Lá também tem a opção do quarto aquecido, tem uma sauna caso não consiga se esquentar, não tem portas também, dorme-se em sacos se dormir… A experiência foi show! Esse iglu chama-se http://www.iglu-dorf.com e tem em umas 6 cidades, e falaram da jntenção de fazer um em Ushuaia, na Argentina.

    Reply
    • 14/02/2012 at 10:22
      Permalink

      Oi Rafaella
      Valeu pela dica, mas vai ser dificil que alguem me convença a dormir em iglu tao cedo… 🙂
      Bjs

      Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *