La Gomera

La Gomera é uma das sete ilhas que compoem a Ilhas Canárias e se orgulha por ter hospedado Cristóvão Colombo e suas três caravelas – Pinta, Niña e Santa Maria – antes que ele cruzasse o oceano. Em San Sebastián, quase todos os lugares turísticos estão ligados ao navegador, mas quem vai a La Gomera não quer saber muito de história e quer ver a natureza, afinal a ilha possui uma grande floresta de louros que, segundo consta, um dia já cobriu toda a Europa mediterrânea e atualmente quase não existe mais.

la-gomera10

Compramos nossas passagens pela internet no site da Companhia Fred Olsen um dia antes da viagem, sem nenhum problema. O único detalhe é que nós não sabíamos que o bilhete eletrônico deveria ser trocado pelo cartão de embarque no porto, como se fosse um check in num aeroporto. Mas foi fácil de descobrir, pois existem máquinas que fazem esse check in espalhadas por tudo com “Fred Olsen” escrito em letras garrafais. A melhor coisa foi comprar os bilhetes antecipadamente, as filas eram enormes!

Uma viagem tranquila de 35 minutos a partir de Tenerife, e, quando chegamos alugamos um carro na Hertz do porto mesmo. Alugar um carro em La Gomera por um dia custa quase 4 vezes menos do que levar um carro de uma ilha a outra.

la-gomera91

Bom, nós alugamos um carro porque somos preguiçosos assumidos, pois La Gomera é a ilha das trilhas (rimou!) e as pessoas vão pra lá super equipadas com sapatos de trekking, mochilas especiais, aquelas “bengalas” próprias para o esporte (não sei o nome daquilo) e muita vontade de caminhar.

la-gomera11

Uma coisa legal do parque é que lá existem trilhas para todos os gostos, desde as mais longas e mais difíceis, até as mais curtas, para pessoas urbanas como eu. E, para quem gosta de explorar o mato em trilhas, o lugar deve ser uma meta e tanto, tendo em vista a quantidade de gente que vai pra lá especialmente pra isso.

Mas eu, particularmente, achei o lugar pouco estimulante. Eu gosto de caminhar, gosto de visitar parques, mas, pra mim, um contato assim próximo com a natureza tem que ser curto ou então ter algo de estimulante ou um objetivo que me faça sentir vontade de prosseguir, senão em meia hora eu me canso da mesmice da paisagem, por mais bonita que seja.

la-gomera8

 Seguimos, obviamente, a trilha mais curta, de 2km qeu vai até o Alto do Garajonay, o ponto mais alto da ilha. Em uma hora, com calma, deu pra chegar no topo, ver as árvores de louro de pertinho, curtir a paisagem lá de cima e voltar tranquilamente para o carro. Essa mini trilha me deixou feliz, satisfeita, com fome e com vontade de comer qualquer coisa temperada com louro.

la-gomera6

A idéia inicial era almoçar no restaurante Las Rosas para ver uma apresentação dos silbos gomeros, um meio de comunicação típico da ilha, mas lemos no guia que a comida era ruim e só valia ir até lá pelo show mesmo. A moça do serviço de informações turísticas de La Gomera confirmou que a comida não era grandes coisas, que o lugar é caro e, pra piorar, está sempre cheio de turistas barulhentos, quase nem dá pra ouvir o show (que, segundo ela, nem é grandes coisas).

Como alternativa, ela sugeriu um passeio por cidadezinhas menos frequentadas por ônibus de turistas, onde comeríamos bem e ainda corríamos o risco de ouvir o silbo gomero pelas ruas.

la-gomera7

Essa segunda opção faz mais o meu estilo de turistar, então fomos primeiro para El Cercado, ver a produção local de cerâmicas e, em seguida, fomos para Chipude, onde assisti ao final da missa na graciosa igreja da praça e comi, no Bar da Sonia, uma carne de cabra temperada com muito louro que estava deliciosa!

la-gomera12

Essas duas cidades são minúsculas e perdidas no meio do nada e parecia que eram repletas de passarinhos, pois a cantoria era constante. Só fiquei triste que não vi ninguem que fizesse um “showzinho” de silbo gomero no meio da praça, como, na minha ingenuidade, eu achava que aconteceria…

Quando cheguei em casa, fui pesquisar na internet como é o tal silbo gomero, pois fiquei muito curiosa, e agora tenho sérias dúvidas se as cidades eram cheias de passarinhos mesmo ou se eram silbadores que se comunicavam e eu não reconheci…

Depois do almoço, seguimos até a Playa de Alojera. Essa praia foi uma das praias mais bonitas que já vi e não tem nada a ver com aquelas fotos de cartão postal caribenho. A praia é minúscula, enfiada no meio de paredões de pedra vulcânica e com a areia preta, preta (não é cinza escuro, como as outras praias que eu vi, é preta de verdade!), que fazia um contraste incrível com a água do mar.

la-gomera4

 É impressionante como uma ilha redonda e pequena, com míseros 25km de diâmetro,  consegue ter uma variedade de paisagens tão grande! Em poucos minutos se sai de uma paisagem desértica vulcânica para uma floresta cheia de vida, se sai do sol para a neblina e chuva, de lugares cheios de gentes a lugares completamente ermos e tranquilos. La Gomera é uma ilha deliciosa e fiquei com pena de não ter pernoitado por ali…

la-gomera

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

31 thoughts on “La Gomera

  • 11/12/2008 at 23:56
    Permalink

    Que coisa doida ouvir esse silbo gomero… imagina ficar se comunicando dessa forma? Vou fuçar o busuu.com muito interessante.
    Nunca pensei em visitar as canarias… fiquei curiosa!
    bjks

    Reply
    • 18/12/2008 at 23:40
      Permalink

      Oi Mirella,
      Eu tb nunca tinha colocado as Canarias na minha listinha, mas assisti a um documentario sobre o lugar que me deixou babando, lendo o blog da Patricia – Turomaquia tb fiquei super curiosa, aproveitei o feriado e o preço bom das passagens e fui! Adorei! Muito interessante mesmo!
      Bjs

      Reply
  • 12/12/2008 at 13:57
    Permalink

    Luisa, nunca imaginei uma praia assim! A areia nem parece de verdade!

    Reply
    • 18/12/2008 at 23:45
      Permalink

      Oi Camila
      A cor da areia é impressionante mesmo! Eu nunca tinha visto nada igual! Show, né?
      Bjs

      Reply
  • 15/12/2008 at 19:43
    Permalink

    Luisa,

    Muito legal esse lugar… eu adoraria fazer “essas” trilhas… tá certo que com certeza uma de nível médio pra baixo!! 🙂

    Acredito que assim como a praia preta que você nos mostrou, dentro do mato deve ter muitas coisas interessantes e surpreendentes também!!

    Beijos

    Reply
    • 19/12/2008 at 00:03
      Permalink

      Oi Carol
      Tb acredito que naquele mato deveria ter muitas coisas interessantes, e acho que se pegassemos um guia, talvez aproveitariamos mais o passeio, pois nao entendo nada de mato e acho que deixei passar muita coisa… Mas só a vista lá de cima e o cheiro de louro já valeu!
      Bjs

      Reply
  • 15/12/2008 at 20:30
    Permalink

    Luisa,
    eu adorei! Fiquei com muita vontade de ir…fiquei me imaginando por lá…e mais uma vez falo…você descobre cada lugar!!!

    Mas fiquei preocupada com uma coisa…você que está indo a Patagônia e não é muito fã de trilhas…mas lá tem trilhas de todos os tipos…espero que goste!!!

    Beijos

    Reply
    • 19/12/2008 at 00:06
      Permalink

      Oi CarlaZ
      Eu sou preguiçosa, mas eu gosto de trilhas (as fáceis, é claro 🙂 )! Acho que é pq eu sou mais curiosa do que qualquer outra coisa e adoro descobrir coisas novas.
      Não vejo a hora de passar pelas trilhas da Patagônia! Depois te conto como foi!
      Bjs

      Reply
  • 16/12/2008 at 04:25
    Permalink

    Ótimo post Luisa!

    Poderia até postar mais fotos dessa praia “preta”. Já vi prai branca, até citei no nosso blog, mas preta é a primeira vez.

    Reply
    • 19/12/2008 at 00:08
      Permalink

      Olá Thyago e Chiara
      Eu também nunca tinha visto praia preta. Legal, né? Apesar de eu ter tirado milhares de fotos, eu nao postei mais, pq apareço em quase todas e por uma questao de privacidade, prefiro nao dar as caras na net…
      Bjs

      Reply
  • 18/12/2008 at 19:48
    Permalink

    Vim aqui te desejar um feliz Natal, com muita luz, muita paz e saude. Que Papai Noel traga todos os seus presentes, pois esse ano voce foi uma menina boazinha…kkkkk

    Um Ano Novo cheio de amor, paz, saude, esperanca e feh.

    Que Deus a abencoe cada vez mais!!!!

    Vou aparecer mais vezes esse ano ainda, mas eh pra garantir ja, ok?…kkk

    Beijos e fiquem com Deus

    Barbrinha

    Reply
    • 19/12/2008 at 00:14
      Permalink

      Oi Barbrinha,
      Feliz Natal pra vc tb! Que o Papai Noel te traga um 2009 cheio de realizaçoes!
      To no meio de uma viagem e internet tá dificil, mas vou tentar aparecer la na tua casa!
      Bjs

      Reply
  • 18/12/2008 at 23:46
    Permalink

    Passei alguns meses em Las Palmas de Gran Canaria (por conta do mestrado) mas NÃO conheci (infelizmente!) La Gomera. Aliás, o dinheiro era tão curto na época que nem a própria Gran Canaria destrinchei… (ou almoçava ou passeava por Maspalomas) hahahaha!

    Admiro quando você fala sem medo que a mesma paisagem CANSA, que a natureza tem seus limites (para nós!). Já nem falo tanto dos meus “problemas” com esse tipo de passeio porque sou sempre a “fresca” urbanóide! hahahaha!

    Beijos!

    Reply
    • 09/01/2009 at 12:45
      Permalink

      Oi Silvia,
      Grana curta é uma tristeza… Quando fiz o mestrado em Coimbra, tb deixei de visitar muitos lugares em Portugal pra economizar… Mas a vantagem é que esses lugares que deixamos de ir, vão estar sempre lá esperando a nossa visita um dia! Aprendi a não ter pressa e se não der pra ir dessa vez, tem sempre uma próxima!
      Eu descobri que sou uma fresca urbanóide assumida! E muito teimosa, pois insisto no turismo natural! Mas se o lugar tiver uma boa infra estrutura, até que eu não reclamo tanto! 🙂
      Bjs

      Reply
    • 09/01/2009 at 12:47
      Permalink

      Isso é que é vontade, Rui!
      Muito interessante seu blog! Parabéns!
      Bjs

      Reply
  • 24/12/2008 at 15:21
    Permalink

    Luisa!
    DEUS ABENÇOE VOCÊ E SUA FAMÍLIA NESTE NATAL. E QUE 2009 TRAGA MUITA LUZ, PAZ E VIAGENS…. hehehehe! Bjs!

    Reply
    • 09/01/2009 at 13:04
      Permalink

      Muita luz, paz e viagens pra todas nós, Silvia!
      Obrigada!
      Bjs

      Reply
  • 24/12/2008 at 17:10
    Permalink

    Luisa, um grande Natal (branco) para você, seu querido e sua família. E um 2009 cheio de viagens de sonho…
    Um beijo!

    Reply
    • 09/01/2009 at 13:08
      Permalink

      Oi Emilia,
      Obrigada! Um 2009 mais que maravilhoso pra vc e pro maridão!
      Bjs

      Reply
  • 24/12/2008 at 21:51
    Permalink

    Luisa,
    Feliz Natal!!! Tudo de bom em 2009!!!
    Beijos

    Reply
    • 09/01/2009 at 13:08
      Permalink

      Oi CarlaZ,
      Tudo de ótimo em 2009 pra vc tb!
      Bjs

      Reply
  • 03/01/2009 at 00:05
    Permalink

    Eu sei, sabemos, faz tempo que não venho te visitar 🙂

    Passei para desejar um 2009 com muita saúde, deixar um forte abraço e dizer que virtualmente falando foi bom te conhecer em 2008 😉 engraçado isso né? Mas quer saber, eu conheci muitas pessoas pelos blogs e todas são muito sensacionais, e isso é muito bom, saber que de certa forma a internet pode ajudar a encontrar pessoas parecidas, pelo menos no gosto pelas viagens, beijo grande Luisa, fique bem, ciao bella.

    Reply
    • 09/01/2009 at 13:29
      Permalink

      Oi Patsy
      Que bom receber visita sua! Adorei!
      Que vc tenha um 2009 repleto de saúde e felicidades!
      Bjs

      Reply
  • 04/01/2009 at 01:15
    Permalink

    Luísa, como vais? tudo bem? e o Natal foi bom?
    Não me esqueçi de você!
    Algum tempo que não te “visito”!
    A minha vida mudou um pouco, em virtude de algumas contrariedades na família(saúde).
    Desejo para ti um feliz Ano Novo cheio de saúde, paz, felicidade, amor. Bjs

    Reply
    • 09/01/2009 at 13:32
      Permalink

      Oi Luis
      Quanto tempo! Espero que os seus problemas de familia tenham se resolvido da melhor maneira possivel!
      E te desejo um 2009 cheio de saude e alegrias!
      Bjs

      Reply
  • 15/01/2009 at 20:23
    Permalink

    Oi Luiza, Cade vc??? Esta de ferias???
    Estou sentindo falta dos seus posts 🙂
    Mas tudo bem… esto passando aqui para lhe desejar um super feliz 2009!!!
    Bjks

    Reply
    • 16/01/2009 at 22:36
      Permalink

      Oi Mirella,
      Nossa! Nem parece que faz tanto tempo que estou desconectada! Férias boas são assim, né?
      Esse ano começou com força total e ando meio sem tempo, mas os posts sobre o meu final de ano na Patagônia estão chegando!
      Um 2009 maravilhoso pra vc e pro Kiko!
      Bjs

      Reply
  • 17/01/2009 at 02:46
    Permalink

    Nem precisa responder a pergunta que te fiz no outro post… eu não sabia que tinha ido passar o final do ano na Patagonia…
    Vou ficar aguardando o restante dos posts 🙂
    bjs

    Reply
    • 18/01/2009 at 00:17
      Permalink

      Mirella…
      Pois é… Inventei de virar o ano no fim do mundo! Literalmente! 🙂
      Bjs

      Reply
  • Pingback: Santorini: Kamari e Museu do Vinho « Arquivo de Viagens

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *