Moscou

No momento que dei de cara com a Praça Vermelha em Moscou fiquei fascinada. Diante de mim eu tinha as cupolas coloridas da Igreja de Sao Basilio, o muro vermelho do Kremlin e suas torres, o enorme e chique shopping GUM, o Museu de Historia e o Mausoleu de Lenin.

 

Nao tem como nao se emocionar num lugar assim: um espaço enorme e limpissimo (nem uma bituca de cigarro no chao!) rodeado de construçoes de estilos diversos que contribuem para formar um todo surpreendentemente harmonioso! A Praça Vermelha é muito mais “monumental” do que eu imaginava que uma praça pudesse ser.

Depois do “choque” inicial, nem pensei duas vezes, e fui diretamente visitar a Igreja de Sao Basilio, que, de longe,  é o que mais chama atençao na Praça. As cores sao tao vivas e tao brilhantes que nem a foto mais bonita ou a descriçao mais poetica conseguem transmitir a beleza dessa igreja. Parece de mentira! Diz a lenda que Ivan, o Terrivel, mandou cegar o arquiteto depois da construçao dessa igreja, para que ele nao realizasse nada de mais bonito no mundo.

Por dentro, a igreja é muito bonita, mas nada comparado à beleza de seu exterior. Eu nao entendo nada de igrejas ortodoxas e a igreja de Sao Basilio possui uma estrutura complexa demais para os meus dois neuronios, pois é formada por varios corredores estreitos e coloridos que ligam “mini capelas”, se é que podem ser chamadas assim.

Ou seja, sob cada cupola colorida tem um altar diferente, sendo o maior, é claro, aquele central. Mas nao é nada de muito grande, nao… Fiquei curiosa pra ver como é feita uma celebraçao ali em meio àqueles corredores estreitos…

Como o kremlin mais conhecido é aquele de Moscou, na minha ignorancia, eu achava que Kremlin fosse o nome da sede do governo da Russia e palco daquelas varias revoluçoes que a gente estuda no colégio, como a Revoluçao Russa, a invasao de Napoleao e até a perestroika de Gorbachev… Na realidade “kremlin” é o nome russo para “fortaleza” e se refere a toda e qualquer cidade russa medieval fortificada. Vivendo e aprendendo…

Por causa do enorme terrorismo para chegar cedo ao Kremlin e evitar filas, chegamos uma hora antes da abertura da bilheteria e fomos os primeiros! Mas uns 15 minutos depois jà tinha umas 50 pessoas atràs da gente.

Quando a bilheteria abriu, descobrimos porque tanto terrorismo: para visitar a Armeria existe um numero limitado de entradas por dia e se nao chegar cedo, jà era… E a Armeria é um dos lugares que mais vale a pena conhecer do Kremlin: um museu com objetos, roupas, carruagens e obras de arte que pertenceram, em sua maior parte,  à familia imperial russa.

Na Armeria se encontra de tudo, do vestido de noiva da imperatriz Elisabeth a ovos de Pascoa fabricados por Fabergé, passando por armaduras e objetos de cozinha. Tudo feito com muito ouro, prata e pedras preciosas é claro!

Além da Armeria, os unicos lugares abertos à visitaçao sao as igrejas. Mas também o que mais tem no Kremlin é igreja… De qualquer modo, nem tente se aproximar dos outros palacios, porque guardas russos assustadores virao ao seu encontro!

Nao sei se demos sorte (fomos visitar o Kremlin bem no “Dia do Militar” – a cidade estava cheia de meninos fardados e bebados!) ou se é de praxe, mas pudemos assistir a um curioso desfile e apresentaçoes militares na Praça das Catedrais, no melhor estilo 7 de Setembro russo! Foi bem bonito!

Deixamos para passear pelos jardins de Alexander por ultimo, mas o tempo nao colaborou… Começou a chover e nao parou mais até o  dia de irmos embora de Moscou…

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

22 thoughts on “Moscou

  • 20/10/2008 at 12:24
    Permalink

    Oi, eu sou louca para conhecer a Praça Vermelha, e teu relato aumentou ainda mais esta fascinação que foi fomentada pelos anos de guerra fria quando tudo que era filme americano colocava a praça como o local aonde saiam os maus e horríveis russos jejejejeje Beijos

    Reply
  • 21/10/2008 at 18:31
    Permalink

    Oi Patricia

    È vero! Mas acho que nem tudo è ficçao… Quer dizer, se os russos sao maus de verdade eu nao sei te dizer, mas que eles tem uma cara de mau, isso eles tem! Principalmente os guardas do Kremlin!

    Bjs

    Reply
  • 22/10/2008 at 00:51
    Permalink

    Que lindo, Luisa! É por isso que a Rússia não sai da minha cabeça… 😉

    Beijos!

    Reply
  • 22/10/2008 at 12:08
    Permalink

    Oi Camila,

    A Russia tb nao saìa da minha cabeça… e è bonita mesmo!

    Bjs

    Reply
  • 22/10/2008 at 22:22
    Permalink

    Luisa

    A igreja de São Basilio é linda mesmo!!Faz-me lembrar o castelo da Bela Adormecida na Disneyland…parece incrível que seja real e não um desenho dos livros infantis…de todas as que fotografou até agora foi a que mais gostei!

    A Praça Vermelha também me deixou fascinada…é que eu sou fã de praças grandes e monumentais…humm…acho que tenho que me decidir e ir até lá para ver ao vivo…

    Bjs

    Reply
  • 29/10/2008 at 00:06
    Permalink

    Essa cidade eu estava esperando… morro de vontade de conhecer a praça vermelha e já imagino o dia que ver essa catedral ao vivo e a cores…
    Amei saber um pouquinho mais sobre o Kremlim com você… eu também não sabia nadica dessas coisas que vc contou ehhehehe
    bjs

    Reply
  • 29/10/2008 at 00:18
    Permalink

    Oi Margarida,

    Sabe que eu também tive a sensação de estar na Disney quando vi essa igreja! Nao parece de verdade…Parece feita de plastico!

    A Praça Vermelha eu acho que tem tudo a ver com vc! Linda, grande… Monumental! O oposto daquela de Marrakesh! 🙂

    Bjs

    Reply
  • 29/10/2008 at 00:24
    Permalink

    Mirella,

    É impressionante o que a gente acaba aprendendo quando viaja, né? Aula de historia ao vivo é outra coisa!

    Acho que a viagem para a Russia já vale só por causa dessa igreja e da Praça Vermelha! Nao deixe de ir!

    Bjs

    Reply
  • 06/02/2010 at 17:34
    Permalink

    é fantástico, belíssimo, um dia eu vou ver de perto!!!

    Reply
  • 16/01/2011 at 00:07
    Permalink

    Que lindo seu Post!!!
    Ameeei! Russia tá definitivamente na lista de lugares que quero muito visitar!

    Reply
  • 28/11/2011 at 01:13
    Permalink

    Oi, Luisa! Vou para a Russia em abril de 2012 com dois amigos. Pretendemos visitar Moscou e Sao Petesburgo. Quantos dias de permanencia voce indica para cada cidade? Voce recomenda algum hotel? Obrigada desde ja.

    Reply
    • 28/11/2011 at 18:04
      Permalink

      Oi Larissa,
      Cada um tem um ritmo de viagem… Eu ficaria uns 4 dias em Moscou e uns 5 em Sao Petersburgo.
      Bjs

      Reply
  • 26/01/2012 at 03:03
    Permalink

    Oi Luiza
    Também tenho fascínio pela Rússia.
    Iremos em abril/2012 eu emeu marido conferir essas maravilhas que você já teve o prazer de conhecer.
    Vou ficar 4 dias em Moscou e 5 em São Petersburgo.
    Bjs.

    Reply
    • 26/01/2012 at 16:44
      Permalink

      Boa viagem, Sonia!
      Depois volta pra contar como foi!
      Bjs

      Reply
  • 17/04/2012 at 15:46
    Permalink

    Oi, Luisa, tudo bem?
    Vou em junho para Londres, Estocolmo, Oslo, Moscou e São Petersburgo.
    Em quais hotéis você ficou nesses lugares?
    Você indica alguma região para se hospedar?
    E na Rússia, é bom tomar um pouco mais de cuidado? Estarei lá somente com meu marido, sem excursão. Ah, e detalhe… não falamos russo (rs).
    Obrigada!
    Abraços,
    Dani S.

    Reply
    • 17/04/2012 at 18:17
      Permalink

      Oi Dani
      Em Londres, cada vez que eu vou eu fico num hotel diferente, dependendo do que vou fazer na cidade e da companhia e nao tenho nenhum hotel especifico pra recomendar. nunca fiquei em nenhum hotel memoravel por là. A unica coisa que procuro fazer è escolher o hotel bem perto daquilo que tenho intençao de visitar, pq sempre me assusto com o preço do transporte por là. 🙂
      Em Estocolmo fiquei no Lydmar Hotel por uma unica noite. Como o objetivo da viagem era sò pegar o voo para o Ice Hotel na manha seguinte, nao explorei Estocolmo como se deve, mas o hotel era bem bom, o pessoal super prestativo e me pareceu bem localizado tambem. Visitamos varios pontos turisticos da cidade a pè e sem nos cansar.
      Oslo nao conheço (ainda!).
      Em Moscou nòs ficamos no Kempinski, um Leading, e valeu cada centavo gasto. A vista da Praça Vermelha e do Kremlin eram espetaculares.
      Em S. Petersburgo tb ficamos num Leading, o Grande Hotel Europe. A localizaçao è otima, e o hotel è todo pomposo, mas nao achei que vale o que custa…
      Nao sei a que tipo de “cuidado” vc se refere… Achei a Russia tranquilissima (relevando os perrengues pela lingua, è claro!) e os cuidados que tomei foram os cuidados normais que tomaria em qq outra grande cidade.
      E tb fui sò com o meu marido e sem falar russo! rsrs
      Bjs

      Reply
      • 17/04/2012 at 21:33
        Permalink

        Oi, Luisa,
        Muitooo obrigada por todos os seus cometários, dicas.
        Vou ver esses hotéis que vc falou.
        Esse seu blog é o máximo!!!
        Parabéns!!!
        Tá me ajudando bastante!!!
        Beijos,
        Dani S.

        Reply
        • 18/04/2012 at 10:27
          Permalink

          Que bom, Dani!
          Obrigada!
          Bjs

          Reply
  • 18/04/2012 at 13:42
    Permalink

    Luisa, tudo bem?
    O que é leading?
    Quando você comenta de 2 hotéis na Rússia, você fala que ambas são um “leading”.
    Quando você foi para Rússia, Noruega e Inglaterra, você utilizou o euro ?
    Ou você acabou levando rublo, koroa norueguesa e libra?
    E sobre cartão de crédito e/ou débito, você utilizou nesses países?
    Eu vou viajar para esses paises agora em junho. Vi que a previsão é de +- 17°C. Você acha que devemos levar muita blusa de frio? Será que dá para usar camiseta?
    Desculpa por tantas perguntas.
    E muito obrigada pelas dicas, estão me ajudando e muito!!!
    Obrigada,
    Daniela S.

    Reply
    • 26/04/2012 at 10:00
      Permalink

      Oi Dani
      Leading è uma rede com hoteis mais bacanudos: poe no google “Leading Hotels of the World” que vc encontra.
      Eu levava euro e trocava pela moeda local por là mesmo. Na realidade, eu costumo usar mais o cartao de credito, por isso nao me preocupo muito com o dinheiro vivo. Na Russia tive uns perrengues com o cartao, e fiz um post a respeito… dà uma lidinha nele. Nos outros lugares, o cartao sempre funcionou muito bem.
      Eu levaria blusa. Costumo carregar algumas coisas leves, mas de manga comprida, pra colocar por cima das camisetas e um casaco mais pesado, just in case…
      Bjs

      Reply
      • 26/04/2012 at 14:11
        Permalink

        Oi, Luisa,
        Muito obrigada pela ajuda!!!!
        Beijos,
        Dani S.

        Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *