Mosteiro de Guadalupe

Eu comecei a me interessar pela regiao da Extremadura na Espanha quando, estudando sobre o lugar, vi que essa è a regiao espanhola que mais “participou” da descoberta da America.

Varios dos mais importantes conquistadores da America eram provenientes dessa regiao, como Hernan Cortes, que era de Medellin, Pizarro, cuja familia vinha de Trujillo, Fray Nicolàs de Ovando, de Caceres… Nao è à toa que na America Latina existem varias ” Trujillo” (no Peru, na Venezuela, em Honduras…),  outras tantas “Merida” (no Mexico, na Venezuela…), e algumas “Caceres” um outra “Medellin” e tantas “Guadalupe”.

A Guadalupe espanhola è uma cidadezinha pequena, perdida no meio do nada com um mosteiro que, ainda hoje, è um importante lugar de peregrinaçao

O Mosteiro de Guadalupe foi construido no ano 1340 no lugar onde, diz a lenda, um pastou encontrou uma imagem da Virgem que tinha sido escondida por cristaos que fugiam da invasao muçulmana e, desde entao, a Virgem de Guadalupe è muito adorada.

Era tao adorada no seculo XVI que foi a escolhida para ser a padroeira de todos os territorios conquistados pelos espanhois no Novo Mundo e os nativos da America que vieram para a Espanha com Cristovao Colombo foram batizados na fonte em frente ao mosteiro.

A visita ao Mosteiro è necessariamente guiada (excluindo a igreja que tem acesso livre e gratuito) e, pelo menos quando estivemos là, nao tinha hora marcada para as visitas: conforme juntava um numero  de pessoas, a visita começava. Ah, o Mosteiro faz a siesta, entao nada de visitas das 12h30 atè as15h30.

Durante a visita, o guia fala basicamente sobre os 3 pequenos museus que tem no Mosteiro: o museu dos bordados, com aquelas roupas sacras dos seculos XIV a XVIII, bordadas com grande maestria; o museu dos Libros Miniados, uma preciosa coleçao daqueles gigantescos livros do seculo XV, escritos a mao e todos desenhados (foi o museu mais interessante do mosteiro, na minha opiniao) e o museu da Pintura e Escultura com, como o nome sugere, pinturas e esculturas.

Em seguida a visita nos leva a Sacristia, uma das salas mais bonitas de todo o mosteiro, para em seguida, irmos para a sala do Relicario-Tesouro.

A partir dai, a visita se torna mais religiosa do que turistica, culminando com uma visita de adoraçao à Virgem (opcional) no seu camarim, uma sala situada atras do altar da igreja, onde està a imagem da Virgem.

A imagem da Virgem està posicionada sobre um pedestal giratorio, Quando nao tem visitas turisticas, a Virgem està virada para a igreja, quando tem visitas, um religioso do mosteiro vira a Virgem para o camarim de modo que os fieis possam adora-la.

Como meu interesse nao era religioso, eu dei sò uma espiadinha no camarim, para saciar minha curiosidade e segui diretamente para o claustro em estilo mudejar, a unica parte do mosteiro onde os turistas podem circular livremente, depois da visita guiada, e podem tirar fotos.

Em nao sendo uma pessoa muito religiosa, eu nao sairia de Madrid especialmente para visitar esse Mosteiro, mas achei que ele foi perfeito para um pit-stop antes de seguirmos para Merida.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *