Perrengue de design

Na nossa ultima viagem, aproveitamos passagens baratas para Barcelona para visitarmos 2 patrimonios da humanidade que ficam ali pertinho: Tarragona e o Mosteiro de Poblet.

Como jà estivemos em Barcelona outras vezes, achamos por bem dormirmos em Tarragona e, assim, ficar mais perto ainda do que gostariamos de visitar e nao perder tempo na estrada. As vezes eu me pergunto por que diabos eu insisto em reinventar a roda: Tarragona è um daqueles classicos destinos de bate-e-volta a partir de Barcelona e eu deveria imaginar que isso significaria que a oferta de hoteis nao è muito abundante para os turistas que resolvem dormir por là.

Encontramos um hotel bem bom, um dos melhores no centro da cidade, daqueles de design, bem modernosos e que foi o perrengue maior da viagem! Foi sò entrar no quarto e eu nao sabia se ria ou se chorava… Fomos obrigados a rir da situaçao, sente o drama:

Marido reservou o melhor quarto do hotel, e estava todo feliz com sua escolha porque seria um quarto enorme, com jacuzzi e mais um monte de mimos. Ele sò se esqueceu de um detalhezinho: ver as fotos do quarto no site do hotel…

A tal suite com jacuzzi era um belissimo, enorme e romantico open space. Seria lindo, se fossemos sò nòs dois, comemorando um aniversario de casamento por exemplo; mas, carregando a herdeira, foi dramatico!

Nem um muro, nem um movel grande, nem qualquer outra coisa que pudesse servir de barreira entre o berço da herdeira e a nossa cama. Nao dava nem pra pendurar um lençol no teto com fita adesiva (sim, eu jà fiz isso!) pois o open space era realmente “open”!

Passamos duas longas noites no escuro e sussurando para que ela nao acordasse. Detalhe: ela vai dormir às 20h00!

Bom, nao è o fim do mundo… Graças à tecnologia, daria pra colocar a nossa baba eletronica, que funciona com wifi, pra vigiar a herdeira dormindo enquanto iriamos ao bar do hotel tomar umas cavas… Perfeito!

Sim, essa seria a soluçao ideal e è o que normalmente fazemos quando viajamos… quando o wifi do hotel funciona no quarto, obviamente! Nao era o nosso caso nesse hotel em Tarragona.

E – pior –  nao dava nem pra ficar muito tempo vendo besteiras na internet, pagando roaming, porque, em pleno 2014, em todo aquele open space que era o nosso quarto , existia uma única tomada. Isso mesmo: umazinha e nada mais! E que só existia por causa de uma lampada de chao sem interruptor proprio, que acendia e apagava usando o mesmo interruptor das outras lampadas no teto.

Nao preciso nem dizer que aquela tomada sò funcionava quando as luzes estavam acesas, nè? Era simplesmente impossivel deixar qualquer equipamento eletronico carregando durante a noite…

Bom, jà que nao dava pra sair do quarto, nao dava pra ficar na internet, o jeito era remediar e dar aquela escapada basica pro banheiro.  Qual banheiro? O problema è que nao era sò wifi e tomada que nao existiam no quarto…

Quer dizer, banheiro atè tinha, mas nao do jeito que estamos acostumados a ver. Tudo bem que estavamos num open space, mas precisava levar o conceito tao a serio? Custava colocar parede no banheiro?  Parede! No banheiro, Dio Santo!

Pois è… a pia era do lado da cama e o resto era em bela vista, com vidros ligeiramente fume fazendo as vezes de parede. Haja intimidade!

Foto roubada do site do hotel
Nosso quarto na foto roubada do site do hotel

Mas aì alguem pode perguntar: e por que ficaram duas noites? Era sò ir embora no dia seguinte… Aì è que entra aquele discurso de Tarragona ser uma “cidade bate-e-volta”. Ficamos 2 noites ali porque todos os outros quartos do nosso hotel e todos os outros hoteis da cidade que atendiam as nossas necessidades estavam lotados.  Nao tinhamos alternativa!

E como a gente jà tinha organizado o nosso dia com o pernoite em Tarragona, nao valia a pena ir pra Barcelona na segunda noite, pois teria virado do avesso a rotina da herdeira. E a experiencia jà nos demonstrou que è muito pior ter um bebe manhoso numa viagem do que passar algumas horas coçando a barriga no escuro em um quarto de hotel.

Fazia tempo que a gente nao errava tao feio na escolha de um hotel. E um erro facilmente evitavel, pois no site do hotel tem foto! Bem feito pra nòs, isso sim!

Pelo menos na terceira noite conseguimos escapar pra Barcelona!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *