Polignano a Mare

 Depois de passar uns 20 dias rodando pela Croácia com uma alimentação a base de čevapčič e peixe grelhado – excelentes, mas depois de uma semana enjoa – voltamos a Itália morrendo de saudades da cozinha italiana. Nada melhor do que almoçar com estilo para matar essa saudade!

Estávamos perto de Bari e escolhemos um super restaurante nas redondezas, mais precisamente em Polignano a Mare. A cidade foi escolhida apenas porque lemos no guia que aquele restaurante, além da comida boa, ficava em uma posição privilegiada.

Realmente, o que era pra ser só um almoço acabou se transformando numa agradável tarde numa pitoresca cidadezinha litorânea na costa do Adriático. A cidade, localizada no alto de um penhasco, foi presenteada com um mar límpido e azul, ruazinhas estreitas e casas de pedra, um charme! Mas passeando pela cidade não dá pra imaginar o mundo fantástico criado pelo interminável suceder de grutas subterrâneas.

polignano.jpg

A mais famosa delas é, sem dúvida, a Grotta Palazzese, que atrai pela imponência e pela incrível cor azul do mar. A Grotta Palazzese já servia de cenário para festas nobres desde 1700 e hoje abriga o restaurante de mesmo nome sugerido pelo guia.

polignano3.jpg

O restaurante na gruta funciona só no verão e é um dos lugares mais românticos que tive a oportunidade de visitar, não só pela beleza do lugar, mas também pelo cuidado com os detalhes e pelo serviço impecável. A especialidade, como não poderia deixar de ser, são peixes e frutos do mar; não dá pra ir embora sem experimentar a seleção de “crus” é simplesmente imperdível.

polignano2.jpg

Cultura inútil: fiquei sabendo que Polignano a Mare é a cidade natal de Domenico Modugno, o autor de um dos clássicos da música italiana “Nel blu dipinto di blu” (Volare)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

47 thoughts on “Polignano a Mare

  • 29/06/2008 at 02:34
    Permalink

    Luisa, que legal que Vcs foram a Polignano a Mare. Eh a cidade natal da minha bisavo e estive la em 2006 junto com o Deco e o Giovanni, nosso importador napolitano de especialidades italianas. Nos hospedamos no Hotel Grotta Palazzeze e conhecemos a gruta, mas o restaurante estava em reformas. Sem essa alternativa, tivemos que sair em busca de um substituto e felizmente descobrimos a minuscula L`Osteria di Chichibio onde nos fartamos com varios frutos do Adriatico fresquissimos e assados em forno a lenha. Pra nao falar de um linguine mare e monte memoravel. Voltamos na noite seguinte e repetimos tudo. Olha, tenho em mente uma viagem para a Puglia para explorar lentamente todas aquelas cidadezinhas brancas da costa adriatica.

    Reply
  • 29/06/2008 at 23:22
    Permalink

    Oi, Edgard

    Polignano a Mare foi uma surpresa e tanto! Eu estava interessada só no restaurante e não esperava encontrar uma cidade tão charmosa!

    Uma pena que o restaurante do Grotta Palazzese estava fechado, mas a vantagem da Itália é que tem sempre um restaurante bom por perto para suprir a falta do primeiro.

    Eu fiz uma viagem pela Puglia e foi demais! Dou o maior apoio! Fiquei hospedada num agriturismo em Ostuni, chamado Il Frantoio. Foi tudo de bom!

    Bjs

    Reply
  • 22/01/2009 at 20:26
    Permalink

    Ola , eu nasci nesta linda cidade , que aqui no Brasil ninguem conhece quase , é raro alguem conhecer .
    Fiquei contente em ler estes depoimentos sobre minha querida terra ; e quem conhecer a Grota Pallazzese jamais ira esquecer……….
    Um abraço

    Reply
    • 24/01/2009 at 00:10
      Permalink

      Oi Maria
      Que privilégio nascer numa cidade tão linda!
      A Grota Pallazzese é mesmo inesquecível!
      Bjs

      Reply
  • 05/02/2009 at 23:13
    Permalink

    Ainda não tive a oportunidade de conhecer a maravilhosa cidade que meu pai nasceu, sou fascinada pela cultura, alegria, culinária e sua natureza fabulosa. Um povo que sofreu com a guerra, mas que venceu. Sinto orgulho de ser descendente de um filho de Polignano a Mare, que tinha o nome de Vito Zupo, a melhor pessoa que conheci e que Deus me presenteou como meu pai, foi essa pessoa maravilhosa vinda de um lugar tão fascinante que me deixou os maiores exemplos de um povo trabalhador, alegre, honesto e que venceu todas as adversidades. Só quem nasceu nesse meio pode entender o orgulho que sinto desse povo, da minha família. Amo Polignano a Mare, amo minha família.

    Reply
  • 07/02/2009 at 04:14
    Permalink

    Oi Crescenza
    Fico na torcida que vc tenha, o quanto antes, uma oportunidade para visitar a cidade do seu pai! Polignano a Mare é muito bonita!
    Bjs

    Reply
  • 16/02/2009 at 01:51
    Permalink

    Obrigada Luisa pelo carinho, estou lutando para realizar esse sonho de conhecer minhas origens, , o único problema é que acho que não vou querer voltar para cá.

    bjs

    Reply
    • 22/02/2009 at 15:50
      Permalink

      Crescenza, vou ser sincera contigo, o problema é grave mesmo!
      Eu mesma vim e não volto mais! 🙂
      Bjs

      Reply
  • 22/02/2009 at 23:34
    Permalink

    Pois é Luisa, que inveja de você (no bom sentido), de poder viver num lugar tão maravilhoso, apesar de ser brasileira de nascimento, minha raiz italiana é muito mais forte, pois fui criada dentro dos costumes. Adoro a culinária, a alegria, tudo o mais. Sei que terei um problemão pela frente, pois tenho meus filhos aqui, mas encontrarei uma boa solução.

    bjs

    Reply
    • 03/03/2009 at 14:50
      Permalink

      Oi Crescenza,
      Pelo menos, turismo dà pra fazer sempre, com ou sem filhos e em qualquer idade! 🙂
      Ah, nao fique com tantas expectativas com relacao ao pais. Eu gosto muito de viver na Italia, mas nao è essa maravilha toda, nao! 😉
      Infelizmente nao tirei outras fotos… Quer dizer, até tirei, mas como eu apareço na maioria delas, prefiro nao publicà-las para preservar minha intimidade na internet.
      Bjs

      Reply
  • 23/02/2009 at 00:26
    Permalink

    Luisa, você não teria outras fotos da cidade, das casas, suas floreiras, suas ruas, a Igreja Matriz, ou do interior de alguma gruta?

    bjs

    Reply
  • 11/04/2009 at 22:05
    Permalink

    Oi Luisa, tudo bem? A minha vontade de conhecer a Itália é mais pela sua história, conhecer um pouco das minhas raízes. Imagino como voltarei para o Brasil redondinha com tanta coisa boa para comer pois não é a melhor culinária do mundo?

    bjs

    Reply
    • 16/04/2009 at 22:08
      Permalink

      Oi Crescenza,
      Nem me fale em comida boa! Eu consegui engordar 7kg depois que me mudei pra cá… 😳
      Bjs

      Reply
  • 17/04/2009 at 23:16
    Permalink

    Olá a todos!!!
    Estava pesquisando sobre POlignano, quando encontrei vocês. Meu avô nasceu em Polignano, e tenho muita vontade de conhecer o lugar. Em algumas fotos, pude perceber que o lugar é lindo! Agora a vontade de ir pra lá aumentou. Se vocês puderem, gostaria de ter algumas dicas, pois penso em fazer a viagem no próximo ano. Um ótimo final de semana a todos.

    Lucia Damico

    Reply
    • 21/04/2009 at 11:32
      Permalink

      Oi Lucia
      Polignano é mesmo uma graça de lugar, e acho que vc vai gostar muito da cidade! Mas eu estive ali de passagem, então não tenho tantas dicas assim. Mas recomendo o restaurante, sem dúvida nenhuma! 🙂
      Bjs

      Reply
    • 27/10/2016 at 04:32
      Permalink

      Olá, Lucia, tudo bem? A minha bisavó era de Polignano e o sobrenome dela também é D’amico! Provavelmente temos algum parentesco pois a cidade é bem pequenininha… Já fui duas vezes para Polignano! Você foi? Se quiser, me escreva… carolcarol21@uol.com.br um abraço!

      Reply
  • 15/09/2009 at 14:22
    Permalink

    sou naturalizado italiano, meus avos eram da calabria, de vibo valentia, vieram para o brasil em1912 meus primos mor am em diversz
    cidade da italia milano, consenza, ferrara, bari etc.eu tenho amigos no brasil de poliganano a mare com o nome de familia belacosa c8uja familia e antiga em polignano a mare, bacio a tutti.

    Reply
  • 28/09/2009 at 20:00
    Permalink

    polignano a mare, sera minha proxima viagem a bari apos visitar meus parentes em vibo valencia e meus parente na CIDEADE DE BARI CENTRO OK. E TENHO AMIGOS AQUI NO BRASIL DE POLIGNANO A MARE, FAMILIA BELACOSA

    Reply
  • 09/05/2010 at 02:37
    Permalink

    Oi pessoal, estive lendo estes depoimentos de vocês achei lindo, não me contendo, digo a voces que Polignano é simplesmente um luxoooooooo, estive lá sómente 4 x,as grutas são maravilhosas o mar cristalino, tive o prazer de nadar naquele mar maravilhoso, quanto a comida nem se fala, pois sou nascido lá, a vc Crescenza sou amigão do teu irmão lulucho, moramos vizinhos no Braz, sou irmão da Maria que deixou um depoimento, e filho da Raffaela, beijos a vcs, e vc Luiza aproveite o que é de tudo de bom, felicidades, .

    Reply
  • 02/06/2010 at 19:38
    Permalink

    pelas informaçoes que tenho de poliganano a mare tenho grtande vontade de conheçer esta linda cidade da italia, tenho muitos parentes em bari no centro em que residem, alem de conheçer muitas cidades da italia.,pois minha procedencia e da calabria de vibo valentia.

    Reply
  • 14/06/2010 at 22:00
    Permalink

    Olá, estou me preparando para viajar pela primeira à Itália e pretendo visitar Polignano a Mare, cidade dos meus avós maternos, Cosimo Bellini e Giovanna Indiveri. Gostei do que li, vou aproveitar tudo por lá. Pepe, nos conhecemos do Brás, que bom vc já ter visitado Bari e recomendado neste site. Abs a todos.

    Reply
    • 25/06/2010 at 10:46
      Permalink

      Obrigada pela visita e pelo comentario, Norma!
      Boa viagem!
      Bjs

      Reply
  • 30/06/2010 at 05:32
    Permalink

    morei ai, joguei futsal e como italiano é tudo igual levei um calote daqueles e mais uma vez fiquei desiludido com essa falsa potencia que se diz a italia, voltei pro brasil e to aqui feliz da vida, mas a cidade realmente é muito bonita

    Reply
  • 14/08/2010 at 01:30
    Permalink

    ola, gostaria de saber o meio mais facil de chegar ate polignano , aerea ate onde e terrestre, abraços

    maria e giuseppe vcs sao meus primos? sou filho do tio paolo.

    Reply
    • 30/08/2010 at 23:57
      Permalink

      Oi Cosimo
      Depende de onde vc parte.
      Faça as simulacoes de trem no site da Trenitalia, o trajeto de carro no site da Via Michelin.
      Bjs

      Reply
    • 21/01/2011 at 18:56
      Permalink

      Que bom falar c/ vc Cosimo, ;onde vc se encontra neste grande Brasil?
      Atravez deste email vc pode me contar algumas coisas , que saudades de todos vcs , uma vez eu liguei p/ a Rosa , mas ate hoje ela sequer retornou; mas sei que ela trabalha demais ok.
      bjs. Fique c/ Deus.
      Ate mais, te espero na internet ok.
      Maria

      Reply
  • 02/11/2010 at 23:47
    Permalink

    Luisa,
    Realmente esta cidade é encantadora, sou filha de polignaneses, e me orgulho muito, tento manter as tradições, e amizadesdos que vieram com meus pais, como o Giuseppe, cujo pai Girolamo era primo de minha mãe( Carmela ). estive muitas vezes lá, e cada vez que vou descubro uma nova faceta desta encantadora cidade.
    Que bom poder encontrar com parentes atravez do teu site.
    Parabéns pelas viagens maravilhosas

    Reply
    • 04/11/2010 at 18:20
      Permalink

      Oi Sisina
      Obrigada pela visita e pelo comentario!
      Bjs

      Reply
    • 21/01/2011 at 19:00
      Permalink

      Ola Sisina , eu sou a Maria Bovino , filha do Girolamo e da Rafaella , como vc esta minha prima ? Como vai a vida , vc continua morando no Tatuapé ainda ?
      Bem , caso vc tenha email que nos possamos trocar figurinhas rsrsrs depois de tantos anos este é o meu email : marybovino@hotmail.com
      Bjs. e ate qualquer hora ok.
      Maria

      Reply
  • 09/11/2010 at 22:45
    Permalink

    Luisa, obrigado pelo carinho, gostaria de entrar em contato com o Giuseppe, ele é meu primo, não consigo localiza-lo, vc poderia me passar o e-mail dele, ou enviar atravez do teu blog, um recado à ele??
    agradeço a atenção

    Reply
    • 15/11/2010 at 12:44
      Permalink

      Oi Sisina
      Infelizmente por uma questao de privacidade, eu nao divulgo os emails de quem comenta no meu blog.
      Bjs

      Reply
  • 15/11/2010 at 18:15
    Permalink

    Oi, Luísa,

    Descobri seu blog por acaso e estou a-man-do!!! Parabéns!!! Você escreve deliciosamente e suas fotos são muito boas!

    Sou fascinada por viagens também e estive duas vezes em Polignano a Mare, terra do meu avô!

    Deixo, a seguir, o link para os blogs (muuuuito amadores, hehehe) que fiz quando estive na Itália no ano passado e neste, para fazer um trajeto denominado “Caminho de Francisco”. Fica na Umbria, mas eu dei uma esticadinha na Puglia. Tem muitas fotos e dicas de Polignano.

    Grande abraço de uma nova fã!

    http://meucaminhodefrancisco.blogspot.com/

    http://meucaminho2.blogspot.com/

    Reply
    • 24/11/2010 at 14:20
      Permalink

      Obrigada, Wanda!
      Vou curiosar os seus blogs!
      Bjs

      Reply
  • 24/11/2010 at 18:46
    Permalink

    Poxa adorei esse blog!!!Eu estive em Polignano A Mare em 1999 e vou voltar agora em dezembro de 2010!!!Minha mãe era di Polignano,minha família da parte de minha mãe é italiana de lá!!!Moram em Polignano
    Gente realmente é linda a cidade,tudo de bom!!!Só que eu fui em época de verão e agora vou no inverno…Gostaria de saber quantos graus mais ou menos chega em dezembro e que tipo de roupa posso usar?!

    Reply
    • 29/11/2010 at 19:21
      Permalink

      Oi Isa,
      Eu tb sò fui no verao pra Polignano, nao sei qual è a temperatura de là no inverno…
      Convem perguntar pra tua familia que mora la!
      Bjs

      Reply
  • 16/12/2010 at 18:32
    Permalink

    Oi Luiza, tudo bem, desculpe-me em deixar um recado para minha prima Sisina, que realmente perdemos o contato,aproveitando teu espaço, Sisina meu fone 29787564.um beijão, mais uma vez te agradeço Luiza.um abração e um Feliz Natal com um prospero Ano Novo,para você e familia.

    Reply
    • 12/01/2011 at 01:18
      Permalink

      Fique à vontade, Giuseppe!
      Um otimo ano novo pra vc tb!
      Bjs

      Reply
  • 03/01/2011 at 18:19
    Permalink

    Boa Tarde a Todos, meus bisavôs por parte de Mãe e Pai são nascidos na Italia, da Calabria, gostaria de saber se alguém conhece na Itália com sobrenome LANZA, pois estou juntando as documentações para requerer a cidadania Italiana. Tenho uma amiga que casou com um Italiano Sr. Vincenzo e esta morando em Polignano a Mare eu vi pelas foto é linda demais, irei em breve conhece-la.

    Reply
  • 19/01/2011 at 05:03
    Permalink

    Senhores,
    Minha avó, Angelina Pellegrini era natuaral de Polignano a Mare. Ouvi minha mãe falar a vida toda dessa pequena cidade da Puglia. em 2006 resolvi conhecer de perto as minhas raízes: Polignano é um deslumbramento !!
    De lá para cá, todos os anos volto a Polignano, como se filho fosse!
    Abraços.
    Arthur.

    Reply
  • 07/03/2011 at 03:11
    Permalink

    Estivemos em Polignano em junho de 2010. Minha esposa tem os tios morando la e tivemos uma recepçao fantastica. Teve ate briga para ver quem nos hospedava! O lugar e fantastico. Em 23 dias, choveu apenas em 2 e ainda a noite. A comida, saudavel e saborosa deixou saudades. A familia De Palma e muito grande e hospitaleira (Existe um problema: O que tem de homonimo é impressionante. Nunca ouvi e vi tantos Vito na minha vida. Nao por acaso. La fica a igreja de Sao Vito. Foi bom compartilhar com vcs. Um grande abraço.

    Reply
  • 19/03/2011 at 18:47
    Permalink

    Olha como sempre a cidade está maravilhosa,passei minha lua de mel e pude matar a saudade reencontrando meus parentes…
    A temperatura de Polignano no inverno até que é bem agradável,porque faz frio,mas tem sol,o que é chato é o ventinho gelado…tb tive o privilégio de conhecer Roma,Veneza,Florença…nossa foi inesquecível,é td perto!!!É só aprender como funciona as linhas de trem e metrô e vc aproveita bastante…Pena que fiquei somente 15 dias…pecado!!!
    O pior mesmo é o frio de Paris!!!Nossaaa!!!Aproveitei e peguei um trem tb para Paris…Ali sim é bastante frio e fiquei com meus lábios arrebentados,mesmo colocando cacau burro!!!
    Mas gente!!!!Para mim desde que conheci as outras cidades da Itália,a melhor continua sendo Polignano…Me hospedei em um Hotel chamado Casa Dorsi!!O dono é super simpático e o ambiente é fofo e romantico!!!pertinho da casa de meus parentes…pertinho de td…restaurantes,grutas e praias…

    Reply
  • 28/10/2011 at 18:58
    Permalink

    sou suspeito falar muito da mia bella polignano a mare nacsi la tudo que se falou e realmente um sogno,aproveito para dizer que sou amigo do batista bellacosa,eo tenho tudo a mia familia in polignano,fui muito bom ver tgodas as opiniones,descio um abraço atodos os paesanos ate breve.gaetano vitulli desculpa de algumas falha na escrita ciao

    Reply
  • 13/02/2012 at 22:09
    Permalink

    Luisa. Em novembro vou levar a minha mae de 81 anos para conhecer a terrra do meu avô e pai dela, Francesco Ardito, Polignano a mare. De onde saiu aos 4 anos e infelizmente nunca retornou. Gostaria de saber as dicas suas. Vamos de avião para Roma. Depois devo ir de trem ou aviao para Bari? De la é de trem? Tem algum hotel ? Depois regressaremos de navio. Agradeço suas dicas e sua ajuda.

    Reply
    • 14/02/2012 at 10:37
      Permalink

      Oi Antonio
      Bacana isso de levar a mae para conhecer as origens.
      Dà pra ir de trem atè Polignano, demora umas 5 horas e vc tem que fazer “baldeaçao” em Bari. (entra no site da Trenitalia pra ver os horarios)
      Eu nao fiquei hospedada em nenhum hotel por là, mas tem hotel sim. O proprio restaurante que eu menciono no post è um hotel.
      Bjs

      Reply
  • 02/02/2013 at 10:26
    Permalink

    Adorei ,

    Essa é a cidade de meu pai , já estive lá por duas vezes, mas sempre rapidamente. Como as raizes são profundas!!!
    Quero aproveitar para perguntar se alguém sabe como conseguir a ccipolina ( não sei se ecrevi certo) . Não é uma cebolinha comum. Só quem conhece sabe do que se trata . Até uns dez anos atras ainda nos conseguiamos em são paulo, mas quem importava não importa mais. Morro de vontade.

    Obrigada

    Reply
  • 07/06/2014 at 17:29
    Permalink

    Antônio, boa tarde! Desculpe-me invadir assim, e tanto tempo depois o seu comentário, mas não pude deixar de ver sobre seu parentesco com Polignano e o nome de seu avô. Tenho procurado minhas origens, e sei que que a avó de meu pai chamava-se Giulia Ardito, há algum relato na sua história de alguém com este ano?! Talvez irmã, primo de seu avô?!! Estou de viagem marcado pará-la em outubro, meu pai irá comigo, e gostaria muito de poder lhe proporcionar um reencontro com coisas dos avós dele. Aguardo contato! Obrigada!! Adriana

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *