Puerto Piramides

Eu ainda estou inconformada comigo mesmo!  Errei feio em Puerto Piramides e duas vezes! Se eu não gostasse de organizar minhas viagens e não prestasse atenção nos detalhes, eu até entenderia meus erros, mas…

Explico: lendo sobre Puerto Piramides nos varios guias impressos e virtuais, descubro que é um bom ponto de partida para observar baleias, por causa das várias agências que oferecem o passeio, e também um bom lugar para  explorar o resto da Península, uma vez que Puerto Piramides é a única “cidade”  (seria melhor dizer centro habitado), dentro da Península, o que encurtaria os deslocamentos.

Vimos o site do único hotel do lugar e, nas fotos, parecia perfeito: hotel bonito, na frente de uma praia deserta e um preço honesto. Fizemos a reserva para 3 noites e aí veio o primeiro grande erro: esqueci completamente de pagar os 30% exigidos para confirmar a reserva na data estipulada! Uma semana antes de viajar para a Argentina, quando verifico todos os documentos, comprovantes e afins que me dou conta desse lapso!

Desespero! O hotel, obviamente, já havia cancelado nossa reserva e não tinha mais vaga para 3 noites. Teríamos que nos contentar com uma noite somente e, pra piorar, a disponibilidade desse hotel era a noite “do meio”.

Desespero 2! Encontrar em menos de uma semana outro hotel na região que tivesse vaga em pleno feriado de ano novo. Como não posso me lamentar da sorte, achamos um hotel em Puerto Madryn, mais perto do aeroporto de Trelew… E como chegariamos por volta das 18:30, tava valendo! E para a ultima noite, conseguimos uma vaga no carésimo Rincón Chico, que merece um post só pra ele.

E a partir daí, só pude agradecer o meu erro e a indisponibilidade do hotel em Puerto Piramides. O avião atrasou um monte e chegamos por volta das 23:00, mortos de cansaços. Perfeito o hotel em Puerto Madryn, 100km de estrada mais perto do aeroporto!

puerto-piramides3

Dia seguinte, finalmente chegamos a Puerto Piramides e eis o meu segundo grande erro. Eu estava esperando um lugarejo simples, com pouca gente e pouca estrutura e algumas agencias de passeios para ver baleias (talvez fechadas, porque não era mais época de baleias) . E estava esperando também, a praia deserta para, como dizia o site do hotel, desfrutar a harmonia da paisagem num estreito contato com a natureza.

puerto-piramides2

Mas… O que era aquela farofada??? O que eu encontrei em Puerto Piramides foi uma praia lotada de gente fazendo piquenique ao lado de um camping mais lotado ainda e bares que tocavam reggae num volume insuportável, para alegrar o piquenique do pessoal na praia. Farofa da melhor qualidade!

puerto-piramides1

Eu havia lido a opinão de algumas pessoas no Tripadvisor e vi muitas reclamações sobre a relação custo/benefício do hotel, que os quartos não eram bons, que o café da manhã era uma porcaria, mas todos falavam bem do lugar onde está localizado o hotel e, pra mim, o importante era a localização, o resto eu estava disposta a suportar sem reclamar e com conhecimento de causa.

Mesmo assim, eu me pergunto: como eu consegui errar tanto?  Tá certo que em toda viagem existem expectativas superadas e aquelas que não são atingidas, mas errar feio sobre as características do lugar é demais, né? Esperar ver a natureza e topar com aquela fauna… Não me conformo!

Dia seguinte de manhãzinha, seguimos rapido e felizes para o próximo hotel, agradecendo aos céus por não ter conseguido ficar as 3 noites por ali.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

16 thoughts on “Puerto Piramides

  • 30/01/2009 at 13:47
    Permalink

    Luisa, ainda bem que existem os blogs!!! Agora ninguém mais se engana a respeito de Puerto Piramides. 😉

    Reply
    • 04/02/2009 at 20:36
      Permalink

      Oi Camila,
      Ainda bem mesmo que existem os blogs! Eu não sei o que seriam das minhas viagens sem eles!
      Bom demais poder compartilhar informações né?
      Bjs

      Reply
  • 30/01/2009 at 13:57
    Permalink

    Luisa, eu te entendo, foi mais ou menos o que me passou no verão passado com Santorini!!! Mas é como a Camila disse, que bem que existem os blogs!
    Outra coisa, obrigada por indicar o blog lá no Preguntódromo.Valeu!
    Beijos

    Reply
    • 04/02/2009 at 20:39
      Permalink

      Oi Patricia,
      O que eu mais gosto dos blogs é justamente essa visão mais “real” dos destinos.
      Peguei dicas preciosas sobre a Grecia no seu blog e pretendo conferir tudo pessoalmente esse ano! Principalmente Santorini! 🙂
      Eu é que agradeço as preciosas informaçoes que vc me passou sobre Tenerife! Foram realmente preciosas! Valeu!
      Bjs

      Reply
  • 30/01/2009 at 15:02
    Permalink

    Eu imagino o que esteja sentindo… mas todo mundo passa por isso, e no final é disso que a gente dá risada, né? ehehehe
    Mas ainda bem que você nos alertou aqui 🙂
    bjs

    Reply
    • 04/02/2009 at 20:41
      Permalink

      Oi Mi,
      E põe risada nisso! Depois que passa o terror da primeira impressão, a gente se adapta, relaxa e ri! 🙂
      Bjs

      Reply
  • 30/01/2009 at 20:42
    Permalink

    Luisa

    Este seu post está tão engraçado!!Conhece um proverbio Português que diz que ” há males que vêm por bem”? Pois foi exactamente esse o caso…imagine 3 noites naquele lugar rodeada daquela fauna…
    Os comentários do tripadvisor ás vezes têm que ser “filtrados” porque dependem muito do gosto pessoal de quem escreve.Também já me aconteceram algumas desilusões,não tanto em relação aos locais mas a alguns hoteis…e aí fico bem brava! 🙂

    bjs

    Reply
    • 04/02/2009 at 20:47
      Permalink

      Oi Margarida,
      Foi bem isso mesmo: há males que vêm pro bem!
      Eu sempre dou aquela filtrada nos comentários do trip advisor, então até estava esperando um hotel ruim, mas nunca iria imaginar que o lugar fosse uma farofa só… Vivendo e aprendendo! Serviu para garantir boas risadas depois! 🙂
      Bjs

      Reply
  • 30/01/2009 at 20:44
    Permalink

    Ah! Esqueci de dizer que fui ver o site do hotel…aquilo enganava qualquer um… 🙂

    Bjs

    Reply
    • 04/02/2009 at 20:48
      Permalink

      Que bom que vc me apoia, Margarida! Dificil de imaginar que aquele lugar tranquilo do site fosse tão cheio de gente!
      Bjs

      Reply
    • 04/02/2009 at 21:04
      Permalink

      Obrigada pela informação, Matheus! Já alterei!
      Bjs

      Reply
  • 16/02/2009 at 22:13
    Permalink

    Luisa, engraçado q aconteceu com a gente exatamente o oposto de vc: encontramos uma Puerto Piramides praticamente desabitada, lojas fechadas, poucas pessoas nas ruas, um só restaurante funcionando. Mas fomos fora de temporada (abril), então explica-se o “deserto”. Tudo que vi na praia foi um cachorro andando a esmo. Nós adoramos.

    Se estivesse cheio assim, não sei se íamos gostar tanto… 🙂

    Reply
    • 22/02/2009 at 15:54
      Permalink

      Nossa Lucia, então Puerto Piramides é mesmo um lugar de temporada!
      Bom saber! Fui na época errada… Tudo o que eu queria por lá era ver esse cachorro andando a esmo… 🙂
      Bjs

      Reply
  • 12/07/2009 at 13:57
    Permalink

    Pois é Luiza, eu concordo com a Lucia e acho, numa boa, que vc desencadeou uma cascata de erros, não só os que vc citou. Vc começa a errar desde a sua casa, em não querer enxergar o que realmente é, simplesmente viu o que gostaria que fosse, não é naquela época. Você queria o que no verão nas praias da Argentina?? Ir a praia onde o verão dura 3 meses, sei lá, por ano, é uma janela muito pequena para turistas, é certo de concentrar(farofar). Desculpe, mas poderia ter escolhido uma ilha linda no Caribe (Bonaire, Curaçao, etc) mas tb não poderia cometer o mesmo erro ou quem sabe “Las Vegas ou Disney”.Tem que fazer uma pesquisa mais profunda do local onde está indo, pois poderia pegar a época dos furações em Curaçao, imagine!!! Acredito que nenhum hotel do Caribe deixe isso claro aos seus futuros clientes – Furacão avassala área das piscina e quadras, mas estamos trabalhando para o seu melhor conforte meus querido $$amigos$$e$$clientes$$, entende?? Vai lá,mas cuidado com os Tornados do outono!! Agora, já que errou e assumiu, pq a revolta com o lugar, vc poderia ter curtido mais, já que estava interessada ” en la naturaleza”. Poderia ter ido ao norte, ou ao sul,, tem pequenas praias e encostas lindas e desérticas como a paisagem, ao invés de ficar sentada numa cadeira de praia, reclamando, em meio a farofa. Por acaso vc mergulhou com os lobos, viu orcas ou só viu ovo remexido com carne seca em meio a resíduo sólido de mandioca?? Protesto!! Sei que vc não tem nada a ver comigo, tb não me interessa, mas a sua crítica a esse lugar maravilhoso, como outros milhares, não merece esse crédito. Outra coisa, vc sabe de onde vem a água de onde se higienizava, sabe como ela é tratada naquele lugar sabia que existe um dessalinizador e a água potável daquele lugar vem do mar??, sabe quantas pessoas vivem realmente ali e o que fazem quando nós, veranista, não estamos por lá? Nossa, será que sua pesquisa para uma boa viagem foi bem feita?? Sugiro, buscar uma agencia de viagens da próxima vez, descreva o que quer e terá, eu acho, espero. Desculpe qualquer termo ou simbologia nesse texto, mas Adoro aquele lugar e se vc não gostou, realmente sinto muito.

    Reply
    • 13/07/2009 at 15:38
      Permalink

      Oi Bruno,
      Eu acho que os meus erros foram so os que eu citei mesmo… Nao me preocupei em estudar mais o destino, pois Puerto Piramides fica dentro de uma area protegida, e equivocadamente, imaginei que fosse uma area protegida tambem da farofa, em qualquer epoca do ano…
      Me enganei e assumo o erro!
      Com relacao as suas consideracoes e ironias sobre a minha viagem, prefiro nao tecer comentarios e, assim, evitar discussoes inuteis. De qq modo, sugiro que vc, da proxima vez, “busque um blog que descreva o que vc quer ler”, pois “se vc nao gostou do que escrevi, realmente sinto muito.”

      Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *