Serra da Capivara: chegando là

Quando marido propos de visitarmos a Serra da Capivara, no interior do Piaui, na nossa ultima viagem ao Brasil pensei com os meus botoes: “serà mais um daqueles programas de indio”… Quando comecei a estudar as opçoes de transporte, hotel, comida, eu desesperei de verdade: “esse serà O programa de indio, o maior da minha vida”

Eu nao poderia estar mais enganada! A Serra da Capivara è o maximo e vale todo o perrengue para se chegar là. E poe perrengue nisso! Os aeroportos mais proximos sao ou em Teresina a 500km de distancia,  ou em Petrolina a uns 300km de distancia.

Escolhemos Petrolina para começarmos nossa aventura. Li em algum lugar que atè existe um onibus que faz o trajeto Petrolina – Sao Raimundo Nonato, mas nem cogitei essa possibilidade, alugamos um carro tao logo chegamos na cidade.

Olhando os mapas, estrada mais importante que faz esse percurso è a BR 235 e BR 324, que sai de Pernambuco, atravessa a Bahia, passando por Remanso para depois chegar ao Piaui. Mas em todos os lugares existia a informaçao de que essa estrada està em pessimas condiçoes e que os tais 300km duram mais de 6 horas de viagem.

Jà estava me preparando psicologicamente para enfrentar esse tormento de estrada, quando me deparo com o excelente blog “Um Paulista em Petrolina”, escrito por Marcus Ramos, com informaçoes completissimas sobre a Serra da Capivara e sobre a situaçao das estradas. Graças a ele, ficamos sabendo que a estrada que passa por Afranio, Queimada Nova e Sao Joao do Piaui foi asfaltada recentemente e està em otimas condiçoes.

Como o Marcus alerta, o asfalto è novinho, mas nao tem nenhuma sinalizaçao, nem placas, nem faixas pintadas na estrada, nem nada e o nosso gps estava mais perdido que nòs por ali. E nao dà pra descuidar dos animais na pista: tem de tudo, vacas, cabras, jegues, galinhas, porcos, que resolvem atravessar a rua bem na hora que vc està passando.

Outro inconveniente dessa estrada è que aumenta a distancia a ser percorrida em uns 60km, mas vendo as fotos das BR no blog do Marcus, nao tive duvidas qual caminho escolher e realmente a viagem foi tranquilissima: uma parada aqui e ali para perguntar a direçao e uma ou outra freiada mais brusca por causa dos animais, mas nada de grave.

Quando chegamos em Sao Raimundo Nonato, encontramos um casal que tinham chegado a partir de Teresina e falaram que tem uns 200km de estrada em ruinas, e que por isso demoraram quase 10 horas para percorrer 500km.

Sao Raimundo Nonato è a tipica cidadezinha de interior, daquelas sem nada para ver/fazer, exceto servir de base para visitar a  Serra da Capivara. A cidade tem um unico hotel e umas poucas pousadas que sò fui descobrir que existiam quando cheguei là.

Esse hotel è o que existe de mais confortàvel em Sao Raimundo Nonato, o que nao significa que hotel seja bom, pelo contrario, è um hotelzinho bem simples, que fica meio fora da cidade, mas oferece uma hospedagem bem honesta e as pessoas que trabalham là sao super simpaticas e solicitas. Eu fiz a reserva pelo telefone, mesmo pq nao encontrei outra maneira de entrar em contato com o hotel, mas pelo o que eu vi, acredito que nao seja necessario reservar com antecedencia.

A comida è que foi a parte mais tragica da viagem… Acabamos comendo comida caseira no hotel todos os dias, pois quando perguntavamos qual era o melhor lugar para comer em Sao Raimundo Nonato, a sugestao era a “Pizza do Paulinho”. Nada contra, mas eu nao sai da Italia para comer pizza no interior do Piaui, nè?

Mas como eu disse no inicio, a Serra da Capivara è um lugar tao surpreendente que acabei abstraindo dos perrengues. Valeu a viagem!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *