Navigation Menu+

Sintra

Posted on Nov 20, 2007 by in Portugal | 32 comments

 Eu sou apaixonada por Sintra, acho que é uma das cidades vilas mais bonitas de Portugal e acho uma pecado quando as pessoas vão pra lá em tours de um dia. A minha primeira vez em Sintra foi assim: um dia e nada mais, com aquelas clássicas saídas de Lisboa pela manhã e retorno no final da tarde.

Que frustrante! Mal tive tempo de rodar um pouco pelo centro e de visitar o Palácio da Pena… E o Castelo dos Mouros? E a Quinta da Regaleira? Não vai dar pra comer um outro “travesseiro”?

Eu precisava voltar a Sintra e destinar a ela o tempo que ela merece: dois dias inteiros! Aí sim! Tive tempo de visitar tudo o que eu queria, sem me preocupar com horários!

No primeiro dia, a primeira parada foi no Castelo dos Mouros, um lugar normalmente negligenciado pela maioria dos turistas que seguem direto para o Palácio da Pena.

sintra10.jpg

Acredito até que o motorista do “autocarro” estivesse desacostumado a ver gente descendo ali, pois quando parou no ponto do Castelo (por pura obrigação do ofício) e me viu descendo, já foi logo me alertando: “o Palácio ainda não chegou, é na próxima paragem!”, como se o Castelo não merecesse a visita!

sintra9.jpg

Construído por volta do século VIII pelos mouros, e reestruturado no século XIX por D. Fernando II, o Castelo nos chama para uma deliciosa caminhada pelas muralhas, subindo e descendo ao sabor das características do terreno, e também nos oferece muito verde, uma vista generosa e aquela tranquilidade que só os lugares com poucos turistas conseguem transmitir!

Depois de toda a tranquilidade do Castelo dos Mouros, seguimos para o ponto mais movimentado de Sintra: o Palácio da Pena! Sem dúvida nenhuma é o lugar mais interessante de toda a região e é o meu lugar preferido em Sintra.

O problema é que é também o lugar preferido de todo o resto do mundo e supervalorizaram os preços de tudo! Achei que os 11 euros que me cobraram para entrar foram exagerados, principalmente se for levar em consideração os preços das coisas em Portugal… e ainda por cima não estava incluido o trenzinho para chegar até o topo, que me custou mais 1,50 euros. (Tá bom, esses 1,50 não precisavam ser gastos, dá pra ir a pé… mas depois do Castelo, a minha vontade de caminhar em subidas diminuiu consideravelmente…)

O Palácio da Pena é uma confusão arquitetônica de gosto duvidoso.

sintra5.jpg

Foi construído com uma mistura de estilos, cores e texturas que vão do vermelho ao amarelo, passando por azulejos azuis e portas brancas cheias de bicos.

sintra3.jpg

O pior de tudo é que essa mistura não foi obra de uma construção longa, que englobou vários períodos e, talvez, a justificasse: pelo contrário, li num guia que a construção demorou super pouco e que aquela “profusão de estilos ecléticos” foi intencional, por causa da admiração pelo “exótico” que existia na mentalidade da época!

sintra1.jpg

Dá pra entender? Mas enfim… o Palácio da Pena é um show com sua breguice ímpar e fascinante!

Agora vem a parte boa de ter reservado dois dias para visitar Sintra: nada de correrias para conseguir visitar outro cartão postal! Posso curtir o final do dia bem tranquila, me perder sem medo pelos becos e labirintos da cidade e me acabar de comer travesseiros (doce típico de Sintra, feito com massa folhada e recheio de doce de ovos e amêndoas) na tradicionalíssima pastelaria Piriquita! Isso sim é vida!

No dia seguinte, a Quinta da Regaleira me esperava! É um lugar enigmático, cheio de simbologias esotéricas relacionadas à maçonaria e à rosa-cruz e, mais do que visitá-la, a Quinta foi feita pra ser sentida e isso só se explica quando se atravessa o portão de entrada e se começa o passeio pelo Patamar do Deuses, um caminho com estátuas de divindades.

sintra8.jpg

Depois o passeio continua pelo interior do jardim, onde a todo momento sou supreendida com lagos, grutas e fontes. Todos os caminhos parecem levar ao poço iniciático, um dos lugares mais marcantes e cheios de simbologias da Quinta, com referências à Divina Comédia de Dante, a cruz dos Templários, uma estrela de oito pontas…

Já mais perto do palácio, uma capela que esconde dos menos atentos uma escadinha que conduz à cripta e a um caminho escuro, úmido e subterrâneo que não tive coragem de percorrer. O passeio termina com um tour pelo interior do principal e surpreendentemente pequeno palácio gótico, que é super bonito por dentro, mas muito mais interessante do lado de fora e a vista que oferece do Palácio da Pena é maravilhosa!

Finalizei os meus dois dias em Sintra com uma visita ao Palácio Nacional de Sintra, suas duas torres cônicas e mais um travesseiro.

Perfeito!

Vale conferir:

32 Comments

  1. Luisa… eu adoro Sintra e adorei o Castelo dos Mouros, muito mesmo…fiquei muito tempo por lá, e tive a MESMA sensação quando parou lá e eu fui descer…..rs.

  2. Patsy, eu acho que, justamente porque a maioria dos turistas vai pra Sintra com o tempo contadinho, deve estar cheio de desavisados que descem no Castelo por engano e depois ficam reclamando…
    E imagino que o pobre motorista do ônibus já tenha levado muita bronca do patrão por causa disso!
    Bjs

  3. Ai que delícia de passeio… esse seu blog me deixa nervosa, sabia??? Todo dia que venho aqui, minha lista de lugares para visitar aumentam…
    Queria ter mais tempo e o outro tempo ($$$) para conhecer tudo… mas ainda faço tudo isso… me aguarde :0).
    bjs

  4. Estou junto com a Mirella, esse seu blog é uma perdicao!!!

    Minha lista aumenta consideravelmente a cada visita… hum, que coisa ruim, né??? :lol:

    Abracos,
    Carla

  5. Ah, Mirella, a gente sempre dá um jeito pra arrumar tempo… E vc também não pára quieta! Todo final de semana tá num lugar diferente! Boa viagem a Luxemburgo, depois a gente troca figurinha!

    Carla, olha só quem fala! Tô montando um super roteiro para a Rep. Tcheca com base no teu blog… Quero ver arrumar tempo (ambos os “tempos”) pra visitar tudo!

    Bjs

  6. Luísa tenho estado atento ao teu Blog sobre as viagens que faz, estou a gostar imenso do seu trabalho exposto, sou de uma Aldeia do distrito de Coimbra que se chama Alveite Grande que fica no concelho de Vila Nova de Poiares a qual também tem um Blog, alguns anos também estive em Sintra, achei aquela vila espectacular com uma ida ao cabo da Roca,o cabo mais ocidental da Europa. Desejo-te as maiores felicidades e boa sorte nas viagens, para nos ires mostrando o que de bonito há por esse mundo fora.

  7. Olá Luís Ferreira,
    Seja bem-vindo ao blog! Fico muito feliz que vc esteja gostando!
    Vou dar um pulinho no seu blog para conhecer Alveite Grande.
    Bjs

  8. Recebi teu comentário, gostei imenso, obrigado. Um dia quando puderes vir a Coimbra ou ao concelho de Poiares provar os pratos típicos da região, vais ver que não te vais arrepender. Bjs

  9. Eu TAMBÉM gosto muito de Sintra e das cidades turísticas das redondezas de Lisboa. No início do ano estive lá e escrevi muita coisa sobre esse delicioso destino.

    NINGUÉM sabe e aqui eu conto em primeira e única mão, que passei mal com uma violenta infecção intestinal e desmaiei no Palácio da Pena, chamaram ambulância de bombeiros e fui levado a um hospital onde fiquei internado por horas…

    Apenas depois de retornar ao Brasil é que li comentários sobre a (má) qualidade da água de Lisboa!

  10. Lindo relato, Luisa. Um amigo meu me deixou com água na boca de conhecer a Quinta da Regaleira. Portugal é mesmo cheio de surpresas…

  11. Luisa, eu e minha família visitamos Sintra em 2005. Adorei! Infelizmente, não deu para irmos à Quinta da Regaleira, mas fomos ao Castelo dos Mouros, sim. Os meus meninos adoraram aquele lugar. Ficavam descendo e subindo as muralhas sem parar! Confesso que eu também :D

  12. Quanta visita! Que coisa boa!

    Nossa, Arnaldo! E a gente pensa que esse tipo de coisa acontece só em país africano e asiático… Confesso que não sabia sobre a (má) qualidade da água em Lisboa…

    É verdade, Emília, Portugal é pequenino, mas sempre cheio de surpresas. Adoro Portugal!

    Zé, não tem como não ser criança naquelas muralhas… E quando a gente cansa de subir e descer, é só relaxar e curtir a paisagem…

    Bjs

  13. oi Luísa,
    eu estava viajando desde o dia 20, exatamente qdo vc fez este post sobre Sintra. Já fui duas vezes em Sintra, sempre bem rápidinho, mas por sorte na última vez estava sendo acolhida por um casal de portugueses amigos, então vc imagina que ir na cidade acompanhada por quem vive lá é outra coisa, não é?
    Mas depois de ler aqui todo este relato maravilhoso já quero voltar. Beijos

  14. Oi, Elisa,

    Visitar os países com um “nativo” é a melhor coisa! Só mesmo quem mora no lugar sabe como fugir daquelas armadilhas pra turista, que por mais que vc viaje, sempre acaba caindo em alguma.

    E Sintra é mesmo apaixonante! Dá sempre vontade de voltar!

    Beijos

  15. Olá Luisa,

    Ainda bem que adorou Sintra. Permita-me um pequeno reparo ao seu “post”, Sintra apesar de ser Património da Humanidade pela Unesco e de ter sido eleita como umas das Sete Maravilhas de Portugal, em 2007, não é uma cidade, é uma vila!

    É um concelho, a que pertencem por acaso outras cidades, como Cacém ,Queluz, etc.

    Só tive pena que não tivesse ido comer as melhores queijadas do mundo:

    As queijadas da Sapa! (http://riodasmacas.blogspot.com/2007/03/queijadas-de-sintra-ii.html)

    E olhe que as queijadas da Piriquita também são famossíssimas, não as viu por lá?

    Bjs de Sintra e volte sempre!

  16. Oi Patti

    Pois é… eu até sabia que Sintra não é uma cidade, no conceito português de cidade… (Demorei pra aprender a diferença, e ainda hoje faço um pouco de confusão com esses conceitos)
    É que no Brasil, vila tem outro significado, e eu não quis entrar em detalhes sobre “organização político-administrativa”. Mas fica registrado o reparo. Obrigada!
    Eu experimentei as queijadas da Piriquita e amei! Mas, pra mim, os travesseiros são imbatíveis!

    Bjs e volte sempre vc também!

  17. Oi Luisa,

    Estou indo a Portugal mês q vem e gostaria de uma dica de como chegar a Quinta da Regaleira , pois me disseram que só dá para ir se for de carro. É isto mesmo?
    Adorei suas dicas.
    Obrigada.

  18. Olá Daisy,

    Bom… depende do quanto você gosta de caminhar… Eu fui a pé do centro de Sintra a Quinta da Regaleira sem problemas. Achei perto e, como estava passeando, nem vi o tempo passar!

    Seja bem vinda ao blog!

    Bjs

  19. Portugal é lindo!! é como muito orgulho que sou portuguesa.
    Pena ainda não ter visto nada sobre lisboa, pena.
    O Seu blog está um espanto, continue pois é uma grande referencia

  20. Oi Berloque
    Tb acho Portugal lindo e me orgulho de ter avós portugueses!
    Ainda nao escrevi sobre Lisboa pq acho tao dificil escrever sobre cidades grandes e famosas. Acho que todo mundo já escreveu tudo a respeito e que eu faria simplesmente uma copia mediocre do que já existe…
    Quem sabe eu me animo!
    Bjos e obrigada pelos elogios

  21. Gostava de fazer um reparo, os diversos estilos do Palácio da Pena são propositados, tanto no intuito do gosto pelo exótico mas mais importante, toda a construção tem uma simbologia marcante tanto da história de Portugal como da maçonaria e rosa-cruz, tal com a Quinta de Regaleira

  22. Oi Luffi,
    Mas foi o que eu disse: que a mistura de estilos, embora de gosto duvidoso, foi proposital!
    Bjs

  23. A cidade de Sintra é realmente muito interessante, as paisagens e paláciosmuito bonitos, mas eu gostaria de ressaltar um Polvinho com batatas ao murro e espinafre que eu comi no Café de Paris, em frente ao Palácio Nacional. Esse nãodá para perder de jeito nunhum.

    Um abraço

    • Obrigada pela dica, Douglas!
      Bjs

  24. Olá, Luisa!

    Quando li este post me vi em suas palavras.
    Eu fiquei encantada com Sintra e lá só passei algumas horas. Era domingo, tudo muito cheio, tinhamos pressa e a sensação de frustração foi enorme. Sequer um travesseiro…
    Estou voltando agora em outubro e ficarei dois dias e meio e sei que agora farei tudo o que ficou na saudade.
    Só tenho uma dúvida e se você puder me ajudar será ótimo.
    Chegaremos em Lisboa vindos de Paris e quero ir direto para Sintra. Pegar trem ou ônibus está fora de cogitação, mas tenho dúvida se faço um transfer, que não sei com quem faria, ou se pego um táxi comum no aeroporto.
    Minha dúvida é se os táxis podem fazer esse percurso.
    Se alguém tiver alguma dica, agradeço.
    Parabéns pelo blog!

    • Oi Sueli
      Dà pra pegar taxi no aeroporto e ir direto pra Sintra sem problemas. Os taxis nao ficam presos a uma unica cidade. (Uma amiga foi de taxi do aeroporto de Lisboa atè Coimbra – gastou 300 euros nessa brincadeira!)
      Alguns hoteis providenciam transfer para seus hospedes – verifique se o seu hotel em Sintra dispoe desse serviço.
      Bjs

  25. Luisa,
    Já tive informação com uma amiga que mora em Sintra que o taxi nos custará no máximo 65 euros, estando o tráfego muito intenso. Do contrário serão uns 45 a 50 euros.
    Obrigada pela informação. Vou verificar junto ao hotel.
    Beijo

  26. Oi Luísa
    Só vou passar um dia em Sintra e queria ir à Quinta da Regaleira.
    Como o tempo é curto e os joelhos são fracos, me diga, esse ônibus turístico que circula pela vila não passa lá não?
    Tem alguma sugestão de um bom restaurante que fique em torno de 15 euros?
    Finalizando, ouvi falar do tal porco de Negrais, fica a que distância de Sintra?
    tem autocarro para lá?

  27. Olá a todos,
    estive em Portugal agora em julho e visitei Sintra também em um dia. Acho que porque fui em julho estava tudo muito lotado de turistas. Visitei o Castelo da Pena (não achei lá essas coisas), o Castelo dos Mouros (bem legal) e tentei comer o tão famoso “travesseiro de Sintra” na Piriquita, só que não consegui tal o número de turistas ali amontoados. Talvez em outro mês do ano seja mais tranquilo.

  28. Olá Luísa,

    Gostei muito do seu roteiro e da sua forma didática e objetiva de escrever. Parabéns! Estou indo a Portugal em outubro, devo ficar uns 8 dias. O que vc sugere para eu visitar?
    obrigadao
    mel

    • Oi Mel
      Depende dos seus interesses… Opçao de passeios em Portugal nao faltam!
      Bjs

  29. uma das cidades portuguesas mais bonitas! é obrigatória a visita!

Add Comment Register



Submit a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>