Speyer

 Speyer é uma daquelas simpáticas cidadezinhas alemãs, com um centro bem compacto: uma avenida principal que liga o Atlpörtel ao Kaiserdom, a catedral que domina a paisagem.

A avenida principal da cidade, que já serviu de rota para soldados romanos e imperadores medievais, hoje é uma rua de pedestres repleta de elegantes casas coloridas e, o que mais me chamou a atenção: é larga!! Não é nada fácil achar em centros históricos de cidades pequenas ruas que sejam ao mesmo tempo encantadoras e largas, daquelas onde, além de curtir o charme do lugar, você ainda consegue ver o sol (embora estivesse nublado).

speyer4.jpg

Só tinha um detalhe que estava me incomodando muito: nós já estávamos há mais de um dia na Alemanha e eu ainda não tinha tomado uma única gota de cerveja, nem comido um pedacinho sequer de würst! Imperdoável!

Assim, antes de começarmos qualquer tour pela cidade, optamos por uma visita à Domhof- Hausbrauerei, a “cervejaria mais encantadora de Speyer”, que se localiza a poucos passos da catedral e onde resolvemos esse probleminha gastronômico “alla grande!”. Devidamente “abastecidos”, pudemos visitar toda a cidade com mais tranquilidade.

speyer2.jpg

Embora toda Speyer seja toda charmosa, a atração da cidade é o Kaiserdom, a gigantesca catedral, que domina a paisagem. Diz a lenda que o objetivo do imperador à época era construir a maior igreja do mundo ocidental, e, assim, eis que nasce, no ano de 1030, um templo em estilo românico em forma de cruz, com 4 quatro torres, duas cúpolas e 134 metros de comprimento, que impressiona mais pelas suas dimensões do que pela sua beleza.

speyer1.jpg

Me senti muito pequenininha dentro e fora da igreja, especialmente porque não conseguia ter uma visão “do todo”. O melhor lugar para conseguir admirar todo o conjunto da obra é do alto do Altpörtel, a antiga porta da cidade e o que restou do muro do século XIII.

A vista do alto do Altpörtel é linda, dá pra ter bem a noção da grandiosidade da catedral e se consegue admirá-la por inteiro.

speyer3.jpg

Uma curiosidade a respeito de Speyer: os números das casas na avenida principal começam de um lado da rua, a partir da igreja e continuam do outro lado da rua a partir do Altpörtel. Quer dizer: de um lado da rua está o número 5 e, bem na frente, do outro lado da rua, o número 89, por exemplo. Até descobrir a lógica desse sistema, é um pouco confuso tentar achar algum endereço por ali…

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *