Torre de Pisa

Acho que um dos meus maiores “problemas” em morar na Italia è que tem tanta coisa pra ver/visitar e fica tudo tao pertinho que acabo adiando o turismo nos lugares mais famosos: “Tem muita gente, a fila tà muito grande, a gente volta outro dia”.

DSC06684

E foi exatamente isso que acontecia com Pisa. Nao sei quantas vezes jà fui à cidade e nao sei quantas mil fotos eu tenho da torre, mas sempre do lado de fora. Por preguiça ou por falta de organizaçao mesmo nunca deu certo de eu subir na dita cuja.

Dessa vez, aproveitando que fomos passar o Natal na Toscana, nao deixei passar batido: torre de Pisa, aì vamos nòs!

Compramos os ingressos com antecedencia pela internet. Os ingressos sao vendidos por dia e por faixa horaria (a cada 20 minutos) atè o final da disponibilidade e sò valem praquele dia e praquela hora especifica. Perdeu a hora, jà era!

DSC06696

Por causa disso, entao eu nao sei se ausencia de fila na bilheteria era porque todos os ingressos jà tinham sido vendidos, ou se porque era baixa estaçao e nao tinha muita gente mesmo… Ouso dizer que era por causa da baixa estaçao, pois nunca tinha visto a Piazza dei Miracoli tao vazia…

Ingresso em maos, là fomos nòs pra fila uns minutos antes do nosso horario. A fila è bem curta, pois è formada sò por pessoas com ingressos para aquele horario, tinha atè uma funcionaria que passava na fila pra olhar os ingressos e conferir se o horario tava certo.

Outra coisa que a funcionaria olhava eram as coisas que os turistas estavam carregando. Nao pode subir na torre com absolutamente nada, nenhum tipo de bolsa/bagagem, eles sò admitem maquina fotografica. E nao interessa o tamanho da bolsa ou da maquina fotografica.

DSC06698

A funcionaria barrou a visita de uma turista, que estava atras de mim na fila, porque ela estava carregando uma bolsinha pendurada no pescoço. A turista, è claro, resmungou, alegando que a bolsinha era muito menor que a minha maquina fotografica – como nao lhe dar razao! – mas nao teve papo.

Ah, e menores de 8 anos tambem nao podem subir na torre, por questoes de segurança. A herdeira ficou brincando na Piazza dei Miracoli com os nonnos durante os 45 minutos que durou a nossa visita.

A visita começou pontualmente no horario. Eu nao imaginava, mas a torre è oca! E è bem ali naquele vao no meio da torre que uma funcionaria vai dar as explicaçoes, em ingles e em italiano, sobre a construçao da torre, do motivo pelo qual ela tà inclinada, e de alguns outros detalhes estruturais.

DSC06705

Como o solo em Pisa è muito instavel, achei bem interessante o fato de que especialistas apanharam pra manter a inclinaçao da torre com pesos e contrapesos: se coloca peso de menos, a torre desaba; se coloca peso demais, a torre endireita.

Diz a lenda que, do jeito que està hoje, a torre de Pisa tende a se endireitar, mas nao precisa ter pressa pra visità-la, vai demorar ainda uns 3 seculos para que isso aconteça.

Enquanto a funcionaria dà as suas explicaçoes, os turistas da visita anterior tem tempo de descer evitando, assim, congestionamentos na escada, que nao è là muito larga. Sao quase 300 degraus atè o topo da torre, uns 7  andares mais ou menos, e achei que a subida foi super tranquila, quando comecei a cansar, jà tinha chegado!

DSC06712

Os sete sinos da torre vistos de perto sao interessantes, mas nada se compara à vista da Piazza dei Miracoli là de cima! E’ um escandalo! Tem uma gradinha chata de segurança, que dificulta um pouco as fotos, mas nada que impeça o deslumbre!

Na hora de descer, è cada um por si, nao precisa esperar o grupo inicial e tambem nao vi ninguem mandando turista embora por causa de horario. Teoricamente, voce pode passar o tempo que quiser là em cima.

Todo mundo me dizia que o legal da torre de Pisa è se impressionar com a sua inclinaçao e que là de cima voce nem ve a torre compondo a paisagem e nem percebe tanto sua inclinaçao e que por isso os 18 euros de ingresso nao valem a pena.

DSC06717

Verdade verdadeira! Mas pra quem gosta de uma vista linda de morrer – eeeeu! – paga com gosto e desce feliz!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

6 thoughts on “Torre de Pisa

  • 22/01/2015 at 03:42
    Permalink

    Olá, Luisa! De Florença, dá para fazer um bate e volta para Pisa? Quanto pagaria pela passagem? Pelo o que eu entendi, Pisa é bem pequena, por isso você recomenda ‘casar’ esta viagem com outra cidade? Qual seria? Obrigada.

    Reply
    • 22/01/2015 at 11:17
      Permalink

      Oi Siomara
      Pisa è pequena sim, ideal para um bate e volta de Florença.
      Usa o site da trenitalia pra ver horarios e preços de passagem, mas acho que deve estar custando uns 10-15 euros….
      Bjs

      Reply
  • 22/01/2015 at 16:56
    Permalink

    Oi Luisa! Procurei aqui no blog e não achei. Você poderia nos indicar um hotel ou hostel em Florença ou arredores, por favor? Meu marido e eu pretendemos ficar por lá uns três dias. Obrigada e um beijo.

    Reply
    • 23/01/2015 at 10:51
      Permalink

      Oi Siomara,
      Eu nao sei indicar hotel, porque depende muito do gosto e do bolso de cada um, perfiro indicar localizaçao, assim voce escolhe um hotel que caiba nas suas necessidades, num lugar legal. Em Florença, como na Italia toda de um modo geral, quanto mais perto da igreja principal (Duomo), melhor (e mais cara) è a localizaçao. Perto da estaçao de trem tem uns hoteis mais simples e mais em conta, e quando quero economizar è por là que procuro.
      Bjs

      Reply
  • 05/07/2015 at 01:38
    Permalink

    Oi Luisa!
    Estou querendo parar em Pisa no dia em que sair de Florenca rumo a Roma. Estarei com bagagens e farei o trajeto de trem. Existe um guarda volumes na estacao de trem de Pisa? E Lucca? Gostaria de visitar as duas cidades e em seguida ir para Roma mas não sei o que faco com as bagagens…

    Obrigada!

    Reply
  • 26/12/2015 at 13:13
    Permalink

    Excelente artigo. A torre de Pisa é de facto um dos monumentos de Itália a não perder 🙂 – Excelente blog 😉

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *