Ushuaia

Ushuaia se apresenta como a cidade mais ao sul do mundo e se auto-intitula “o fim do mundo”, para atrair turistas. E não é que essa tática funciona? Quer dizer… pelo menos comigo funcionou… eu estava super curiosa para visitar o fim do mundo. (Ás vezes eu sou pior que criança! Mente simples…)

ushuaia2

É claro que eu não podia dizer ao namorado que eu gostaria de ir a Ushuaia só porque é a cidade mais ao sul do mundo. Eu precisava encontrar alguma boa razão que justificasse uma viagem até lá. Ainda bem que nem precisou muito: a navegação no Canal Beagle, o Parque Nacional da Terra do Fogo e comer centolla no reveillon foram motivos mais do que suficientes.

Ushuaia, apesar não ter absolutamente nada de especial, me pareceu muito simpática, logo de cara. Não sei se é porque os dias estavam sempre cinzentos, mas achei a cidade linda, toda colorida e cheia de flores estranhas espalhadas pelos jardins. Mas, o ponto alto do fim do mundo, é claro, não é a cidade, mas a navegação no Canal Beagle e nós estávamos bem preparados para ela. Uns dias antes telefonamos para Agência Três Marias para reservar nossos lugares e estava tudo confirmadíssimo…

ushuaia1

 

Escolhemos essa agência porque era muito recomendada pela Lonely Planet, porque eles possuem exclusividade de passeio numa ilha e porque os barcos não levam mais do que 10 passageiros. Pois bem, chegamos na agência no horário combinado para retirar nossos bilhetes e pagar o passeio e eis que, com a cara mais deslavada do mundo, a fulaninha do balcão diz que vendeu os nossos lugares e que não podia fazer nada, o barco já estava lotado…

Eu queria esgoelar aquela ali! Não seria muito mais profissional se ela simplesmente me dissesse ao telefone: “Sinto muito, mas não fazemos reservas; quem chega primeiro leva!”?  Paciência… Fomos procurar outra agência que fizesse a tal navegação e, para a nossa surpresa, todas as outras agências localizadas ao lado dessa  possuiam funcionários simpáticos e que se esforçavam para garantir o cliente.

ushuaia8

Acabamos escolhendo uma agência meio ao acaso mesmo (nem lembro o nome, acredita?), simplesmente porque o atendente foi muito simpático e atencioso e nos explicou com detalhes como seria o passeio e também porque nos barcos cabiam apenas 16 passageiros. No dia seguinte, fizemos um delicioso passeio acompanhados de um guia super preparado. Foi ótimo!

ushuaia7

O passeio começou com uma breve caminhada em uma ilha do canal Beagle, onde além de ter uma linda vista panorâmica, aprendemos um pouco sobre a estranha vegetação local e como as plantas sobrevivem com aquele clima! Pra ser sincera, eu queria era entender como as pessoas sobrevivem com aquele clima! Em pleno auge verão fazia uns 8ºC e um vento forte e gelado que cortava a alma!

ushuaia6

Em seguida o barco seguiu para a ilha dos cormorões, (que nenhum biólogo leia isso, mas cormorão é um bicho parecido com um pinguim, mas que sabe voar), onde ficou um tempo parado para contemplação, fotografias e explicações. Eu não tenho idéia de quanto tempo o barco ficou ali parado, pois perdi completamente a noção do tempo observando aquela ilha. Era incrível! Cormorão que não acabava mais. E todos juntos e quase amontoados!

ushuaia5

Em seguida, fomos visitar a ilha dos leões marinhos (Nota: o tico e o teco demoraram um pouco até descobrirem que o “lobo” marinho em espanhol é o leão marinho em português e não um outro bicho! Mas também, se tem leão marinho e elefante marinho, por que não poderia existir um lobo marinho?).

ushuaia4

Outra ilha impressionante! Um pequeno pedaço de  rocha no meio do mar com dezenas de “leoas marinhas” enormes de grávidas e uns poucos leões marinhos que nem se dignaram a levantar a cabeça para olhar o nosso barco que se aproximava. Mais uma vez, perdi a noção do tempo observando aquele cenário, pra mim, tão insólito.

Em seguida passamos pelo farol Les Eclaireurs, curioso, mas nada demais. Gostei das explicações do guia sobre a “comunicação” marítima, e fiquei sabendo, por exemplo, que as cores com as quais os faróis são pintadados não são meramente decorativas, mas indicam de que lado do farol o navio deve passar…

ushuaia3

Ah, para desencargo de consciência, no final do tour perguntei ao guia o que tinha de tão especial naquela tal ilha exclusiva da outra agência. E  guia me explicou que a particularidade é que a ilha possui uma colônia de cormorões e que as pessoas podem passear no meio deles. Sinceramente, achei que não perdi grandes coisas!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

31 thoughts on “Ushuaia

  • 22/01/2009 at 00:58
    Permalink

    Não tem jeito Luisa, eu também morro de vontade de ir ao fim do mundo. 😉

    Reply
    • 24/01/2009 at 00:02
      Permalink

      Ah, Camila, quer dizer que vc também se deixa influenciar por essas táticas? Meno male! 🙂
      Bjs

      Reply
  • 22/01/2009 at 03:33
    Permalink

    Luisa,
    essa história de fim do mundo também me encantava só não sabia que iria pra lá tão cedo e sabe que amei! Me identifiquei de cara…achei super acolhedora, os dias lá foram ótimos.

    Reply
    • 24/01/2009 at 00:04
      Permalink

      Oi CarlaZ,
      Apesar da cidade não ter nada de especial, eu também passei dias maravilhosos ali.
      O fim do mundo é muito mais acolhedor do que eu esperava! 🙂
      Bjs

      Reply
  • 22/01/2009 at 18:17
    Permalink

    Ahhhh… A outra agência é que sai perdendo! É o fim do mundo!!!! Que falta de consideração, poderiam ter avisado!!
    E eu acho que vocês não perderam muito não. O passeio me pareceu muito legal e só ver os leões marinhos assim de pertinho já é super interessante.
    Não são lindo?? desengonçados, mas lindos…

    Beijos

    Reply
    • 24/01/2009 at 00:09
      Permalink

      Oi Carol,
      Aquela agência me tirou do sério, mas acho que me dei bem! Detesto agências que não precisam de clientes e te tratam com descaso!
      O passeio com a outra agência foi muito legal e os leões marinhos até que são elegantes, comparados com os elefantes marinhos… Num próximo post vc vai ver…
      Bjs

      Reply
  • 22/01/2009 at 22:35
    Permalink

    Quero ir no fim do mundo também! Por mais que seja cliches, adoro dizer que fui, provei e se gstei ou não desses locais… já estou doida de vontade de ir a Patagonia 🙂
    Bjs

    Reply
    • 24/01/2009 at 00:12
      Permalink

      Oi Mirella,
      Vc é das minhas! Tem que experimentar tudo quanto é cliche só pra poder formar uma opinião a respeito!
      Quando tiver oportunidade, vá mesmo! A Patagônia é surpreendente!
      Bjs

      Reply
  • 23/01/2009 at 00:45
    Permalink

    Já estive em muitos lugares que me pareceram o fim-do-mundo,mas afinal este é que é o verdadeiro! 🙂
    Adorei os bichos… os cormorões e os leões marinhos,mas a ideia de passear no meio deles tb não me agradava muito…hehe
    Estou anotando tudo para quando for para aqueles lados!

    Bjs

    Reply
    • 24/01/2009 at 00:16
      Permalink

      Oi Margarida,
      Sabe que esse fim do mundo é mais civilizado do que muitos lugares parecidos com o fim do mundo onde já estive?
      Os bichos são lindos e nesse passeio são observados de dentro do barco… Não precisa se preocupar! 😉
      Bjs

      Reply
  • 27/01/2009 at 09:29
    Permalink

    Ah, um fim de mundo desse, cheio de animais legais… quem nao quer conhecer? 😀

    Luisa, muito obrigada por me fazer viajar maravilhosamente com vc. 🙂

    Reply
    • 27/01/2009 at 11:40
      Permalink

      Oi Lucia,
      Isso sim è que è fim do mundo, nè? 🙂
      Eu è que agradeço a visita!
      Bjs

      Reply
  • 09/02/2009 at 01:57
    Permalink

    Ah, eu também caio nessas as vezes. Quero muito fazer uma viagem dessas… aliás, eu quero fazer tantas viagens que acho que nem vivendo 100 anos vou conseguir dar conta.

    Reply
    • 10/02/2009 at 20:10
      Permalink

      Priscila, somos duas!
      A minha wish list é tão grande que vou ter que viver uns 500 anos pra ver tudo o que quero! 🙂
      Bjs

      Reply
  • 11/02/2009 at 19:41
    Permalink

    Caso tenha a oportunidade, volte em outra época do ano. Pelo que entendi dos relatos você foi numa época com clima mais ameno – no inverno é totalmente outro lugar! Recomendo mesmo, principalmente para quem curte neve. O frio não é problema (a sensação não é pior do que no verão).

    Reply
    • 13/02/2009 at 16:35
      Permalink

      Oi MSP,
      Eu fui pra là no verao mesmo, em pleno ano novo!
      Nao sei se encararia a Patagonia no inverno… acho que reduziria muito as possibilidades de passeio que gostaria de fazer, e como moro na Europa, quero distancia da neve! 🙂
      Bjs

      Reply
    • 23/03/2009 at 11:40
      Permalink

      Oi Lèo…
      Poderia atè ser… Andradina tà mais pro fim do mundo do que Ushuaia. 🙂
      Bjs

      Reply
  • 30/08/2009 at 15:26
    Permalink

    Estou planejando ir em fevereiro… se vê neve nessa época lé com frequencia? Qtos dias são necessários, em média, para se conhecer bem? Passeios de catamarã são diários? Um gde abraço, Enio.

    Reply
  • 03/09/2009 at 14:09
    Permalink

    Oi Enio

    Eu fui no Ano Novo, nao sei te dizer como è o clima em fevereiro…
    Quando eu fui, tinha sim passeios diarios de catamara e com varias companhias diferentes, è sò escolher.
    Eu fiquei 3 dias e vi tudo o que gostaria de visto, a quantidade de dias depende dos seus interesses e do teu ritmo de viagem…

    Bjs

    Reply
  • 13/11/2009 at 19:05
    Permalink

    olá!

    estou deixando comentários em tudo que é blog com posts sobre ushuaia! estou indo passar o ano novo lá e estou doida atrás de dicas sobre o que fazer no reveillon!

    alguém me ajuda?

    bjs.

    ps. também acho o máximo isso de “fim do mundo”, e estou adorando passar o fim do ano lá, pra começar tudo novo, desde o início! 😉

    Reply
    • 14/11/2009 at 00:29
      Permalink

      Oi Carolina
      Nao sou a pessoa mais indicada para falar de ano novo em Ushuaia.
      Pra mim foi uma data espetacular pq estava com meu marido e rolava aquele clima romantico de “só nòs dois no fim do mundo”.
      Nós fomos jantar num dos melhores restaurantes da cidade (que custa uma pequena fortuna) e depois voltamos felizes e bebados pro hotel. E mais nada!
      Ouvi uns poucos fogos ao longe e nao sei se tem alguma festa que valha a pena ir… sinceramente, eu nem procurei! Coisas de mulher apaixonada… 🙂
      Bjs

      Reply
  • 14/11/2009 at 11:19
    Permalink

    Hummm, sei… é acho que também vou relaxar quanto a isso, deixa essa história de reveillon pra lá!

    Mas então me fala desse restaurante (hahaha, aquela que precisa desesperadamente de qualquer dica!)!!!

    Bjs e obrigada!

    Reply
    • 14/11/2009 at 12:44
      Permalink

      Oi Carolina
      Nós fomos ao Kaupe (www.kaupe.com.ar), um restaurante de frutos do mar com um estilo meio contemporaneo.
      No ano novo eles fizeram um menu fixo a preço fixo. Comemos bem, estava tudo muito gostoso, mas nenhum prato particularmente memoravel.
      Bjs

      Reply
  • 08/12/2009 at 23:07
    Permalink

    Luisa,
    estou indo passar o reveillon em Ushuaia com minha mãe. Como estava a temperatura por lá quando você foi? Muito frio mesmo? O que você achou de imperdível por lá?

    Reply
    • 09/12/2009 at 12:43
      Permalink

      Oi Alessandra
      Ushuaia tava com um frio estilo “inverno curitibano”, mas com mais vento. Imperdivel foi o passeio de barco para ver as colonias de animais marinhos. Adorei!
      Bjs

      Reply
  • 27/06/2011 at 00:25
    Permalink

    Ola estamos indo Ushuaia em julho.vc viu se tem lojas que alugam roupa de frio la?Tipo calca, jaketa, luva etc?
    obrigadinha

    Reply
  • 29/11/2011 at 21:20
    Permalink

    Estou trocando minhas milhas para ir ao fim do mundo……

    Reply
  • Pingback: As 5 viagens mais romanticas que jà fizemos | Arquivo de Viagens

  • 18/07/2013 at 20:40
    Permalink

    Olá, sei que já faz tempo que foi, mas você me indicaria algum lugar para passar o réveillon em Ushuaia? Esse passeio vale realmente a pena?

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *