Vale de Vinales

O nosso objetivo com a visita à regiao de Vinales, na realidade eram as plantacoes de tabaco e os famosos charutos cubanos, mas… jà que estavamos na area, por que nao aproveitar e visitar o Vale de Vinales?

Esse vale possui uma paisagem unica e incrivelmente bonita constituida por estranhas formaçoes calcareas que lembram um pouco o nosso Pao de Açucar. Essas formaçoes calcareas, chamadas mogotes, estao entre as mais antigas de Cuba.

Hà muitos milhoes de anos a regiao era um enorme plateau de calcario e a agua subterranea  causou a erosao do terreno formando grandes cavernas, cujos tetos mais tarde desabaram, restando de pè somente as “colunas” de calcario duro, que hoje sao os mogotes.

O centro de visitantes do Parque Nacional de Vinales è super completo e oferece todo tipo de informaçao e assistencia para quem quer visitar a regiao e propoe ainda algumas visitas guiadas a pè e a cavalo. E aqui começou o meu martirio…

Depois de uma tentativa frustrada de andar a cavalo no Pantanal e ter prometido a mim mesma que nunca mais me meteria num programa de indio desses de novo, là estava eu montada no bicho mais uma vez…

O problema è que nesse parque nacional, nao dà pra escapar do cavalo: de carro dà pra chegar mais perto dos principais pontos de interesse e sò! A pè o passeio è bem mais curto, dà pra ver as principais atraçoes, mas nao dà pra ir muito longe… Sò sobra o cavalo mesmo…

Excluindo o cavalo, o passeio è uma delicia. O nosso guia vai explicando sobre o lugar, o modo de vida das pessoas que moram ali e fazemos algumas paradas estrategicas pelo caminho.

Paramos para ver o Mural da Pre Historia (um artista cubano pintou a historia da evoluçao em uma das faces de um mogote), para tomar caldo de cana e bater papo na casa de um campones e tambem para uma visita a uma caverna com direito a nadar no escuro, a luz de velas, numa agua fria e limpida de um lago dentro da caverna. Tinha uns malucos nadando… eu tenho medo de agua fria, ainda mais no escuro!

Apesar de a paisagem ser escandalosamente bonita, eu achei que ela foi mera coadjuvante no passeio. Como em praticamente todos os lugares que visitei em Cuba, o que mais me marcou e o que mais gostei foram os momentos de bate papo com os cubanos, seja com os camponeses que visitamos e que nos ofereceram caldo de cana, seja com o nosso guia.

E  essa foi realmente a ultima vez que eu me aventuro por ai montada num cavalo! Prometo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

5 thoughts on “Vale de Vinales

  • 14/04/2011 at 16:41
    Permalink

    que maravilha! estou planejando ir a Cuba! e como ir a Cuba e não ver os puros?

    Reply
    • 04/05/2011 at 12:13
      Permalink

      Oi Adriana
      Nao deixe mesmo de ver os puros! E’ um passeio bem interessante.
      Boa viagem!
      Bjs

      Reply
  • 22/04/2011 at 13:14
    Permalink

    Meu nome é Tatiana Dias e trabalho para uma empresa de Comunicação e Marketing, na Espanha. Gostaria de saber se te interessa colaborar com uma campanha de publicidade de um site de classificados gratis no Brasil. Seu trabalho seria escrever um post sobre aluguel de temporada. Pagamos 50 euros por PayPal pelo trabalho.

    Se está interessada na proposta, não deixe de entrar em contato comigo em este mesmo e-mail: tatiana.segala@gmail.com

    Abracos

    Reply
  • 04/05/2011 at 03:17
    Permalink

    Olá Luísa,

    Excelentes os seus relatos. Você poderia informar de quantos dias você precisou para cumprir com todo esse roteiro?

    Reply
    • 04/05/2011 at 13:01
      Permalink

      Oi Leandro
      Nòs ficamos15 dias em Cuba e achei que foram suficientes para ver tudo o que eu queria.
      Bjs

      Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *